Após empate com América-RN, Bira solta o verbo contra arbitragem

Foto: Filippe Araújo/FSF

Foto: Filippe Araújo/FSF

Dois jogadores expulsos, dois supostos pênaltis não marcados, cinco minutos de acréscimo e uma falta de ataque no lance que originou o gol do América-RN, no empate em 1 a 1 com o Confiança, na tarde da última quarta-feira, pela 4ª rodada da Copa do Nordeste. Todos esses ingredientes citados foram suficientes para uma enxurrada de reclamações dos jogadores proletários contra a arbitragem do cearense Gleysto Gonçalves da Silva.

Após o jogo, o mais revoltado parecia ser o zagueiro Bira, que desabafou e soltou o verbo para cima do homem do apito.

– Isso foi de uma infelicidade tremenda. Fazemos um trabalho de dois meses, passamos por três derrotas, chegamos aqui com a necessidade da vitória, está conseguindo uma vitória e vem uma pessoa não sei de onde nos atrapalhar, prejudicar nosso trabalho. Ele dá cinco minutos de acréscimo, não marca para a gente faltas dentro da área e esticou o jogo até a equipe deles empatar. Nosso futebol está se acabando devido a esses árbitros que chegam aqui para nos tirar a vitória – disparou Bira.

Com o empate, o Confiança se complicou ainda mais na tabela de classificação. A equipe segue na lanterna do grupo A com um ponto. Ainda tem chances remotas de classificação, mas precisa ganhar as duas partidas que lhe restam e torcer por resultados que desfavoreçam o Vitória e o Sergipe. O time azulino ainda faz confronto direto com as duas equipes. O primeiro acontece no próximo sábado, contra o Vitória, no Pituaçu, na Bahia, às 16h.

Fonte: Globoesporte.com

Receba notícias do Dragão no seu email::

Delivered by FeedBurner

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com