Atuações: em noite apagada, Glauber é o melhor jogador azulino em campo

LOGO_ADC

JERFESSON – GOLEIRO
Arqueiro até fez uma boa partida, conseguiu boas defesas no primeiro tempo, mas falhou no terceiro gol do Vitória
Nota: 4,5

GLAUBER – LATERAL-DIREITO
Jogador foi muito acionado. Criou diversas situações de ataque, principalmente em bolas paradas, que foram desperdiçadas por Leandro Kível e Philco.
Nota: 6,0

ALTEMAR -LATERAL-ESQUERDO
Foi muito requisitado e em muitos momentos centralizava as jogadas. Mas não teve o mesmo rendimento do primeiro jogo contra o Sergipe
Nota: 5,0

HENRIQUE– ZAGUEIRO
Na zaga deixou a desejar, tendo claros sinais de desentrosamento com Vinícius. Mas foi o único que conseguiu furar a defesa do Vitória.
Nota: 5,0

VINÍCIUS – ZAGUEIRO
Nem de longe lembrou sua atuação contra o Sergipe. Desentrosado com Henrique, permitiu muitas jogadas de ataque do rival e foi trocado por Bira.
Nota: 4,0

BIRA – ZAGUEIRO
Entrou quando a derrota já estava decretada, mas pela expulsão de Kível do que opção do treinador. Em campo não teve tempo para mostrar algo melhor que seus companheiros.
Nota: 4,0

RAULINO – VOLANTE
Fez muitas faltas e perdeu quase todas as jogadas de velocidade do Vitória.
Nota: 4,0

WALLACE – VOLANTE
Volante teve atuação muito discreta, não mudando muito do que fez no primeiro jogo contra o Sergipe.
Nota: 3,0

WALLACE PERNAMBUCANO – MEIA
Jogador teve uma atuação melhor que a do primeiro jogo contra o Sergipe, mas repetiu no quesito ineficiência.
Nota: 4,0

BIBI – ATACANTE
Entrou no final do jogo e conseguiu três jogadas de velocidade, mas sem eficiência nos passes.
Nota: 4,5

GERALDO – MEIA
Não conseguiu passar sua experiência aos companheiros e foi muito discreto quando esteve com a bola.
Nota: 4,5

PHILCO – ATACANTE
Melhor posicionado, o atacante conseguiu algumas finalizações, mas sem endereço e pouco ajudou.
Nota: 4,5

FÁBIO JÚNIOR – ATACANTE
Entrou em campo e nada produziu.
Nota: 2,0

LEANDRO KÍVEL – ATACANTE
Ainda não justificou sua contratação. Teve duas oportunidades de balançar a rede, mas sem sucesso. Para piorar, foi expulso por agressão no segundo tempo.
Nota: 1,0

GIVANILDO SALES – TREINADOR
Não conseguiu montar um esquema que evitasse as investidas do Vitória. Sua equipe foi alvo fácil da velocidade dos garotos do Vitória. As substituições não surtiram efeito.
Nota: 4,0

Fonte: Globoesporte.com

Receba notícias do Dragão no seu email::

Delivered by FeedBurner

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com