Betinho vê vantagem ampla, mas descarta o favoritismo

Foto: Filippe Araújo
Foto: Filippe Araújo

Nada de comemoração. Foi  nesse tom que Betinho justificou a vitória de Confiança, por 1 a 0,  sábado à tarde, no Francão, no primeiro confronto com o Estanciano, pela decisão do Estadual da Série A-1 de 2015. Para o técnico do Dragão, o resultado foi muito importante, porque aumentou a vantagem para a conquista do título, mas não significa qualquer favoritismo, até porque, em sua opinião, o time comandado por Índio é forte e muito difícil de ser derrotado.

“Não foi fácil a vitória. Além de um gramado muito ruim, que, mais uma vez, não deixou o Confiança mostrar o futebol técnico de que é possuidor, o Estanciano dificultou muito as ações de nossa equipe. Felizmente, o pessoal cumpriu à risca o que foi determinado e o time conseguiu o resultado almejado”, disse Netinho.

Mesmo com a vantagem para levantar o título aumentada, já que o Estanciano para evitá-lo terá de vencer com uma vitória com dois ou mais gol de diferença, Betinho informou que o Confiança não vai mudar a sua postura, em campo, e que, sábado, que vem, às 16h30min, no Batistão, voltará a jogar pela vitória.

“Claro que se tivermos de recorrer um resultado diferente de vitória para conquistar o título, o faremos. Mas, a principio, quem for, sábado, ao Batistão verá o Confiança jogando para frente e buscando um resultado positivo a todo o momento”, afirmou o experiente treinador.

A reapresentação do elenco aconteceu, ontem à tarde, no Sabino Ribeiro. Os jogadores que enfrentaram o Canarinho realizaram um trabalho de reforço muscular na academia do clube, orientados pelo fisicultor Carlinhos e os demais um treino com bola, tendo á frente o técnico Betinho,

 Estanciano

Apesar da derrota, por 1 a 0, o técnico Índio declarou, na manhã de ontem, que o Estanciano fez um dos melhores jogos do campeonato, na tarde do último sábado, no Francão,  mas no momento em que estava bem, em campo, tentando abrir a contagem. acabou surpreendido por um gol do Confiança, fruto de um erro coletivo de marcação. O comandante, também, fez restrição ao setor de ataque que, segundo ele, falhou muito nas finalizações.

“Não foi uma apresentação de gala, mas nem por isso deixou a desejar. Jogamos de igual para igual e pelo que apresentamos, merecíamos outro resultado O problema é que em um único vacilo da equipe aconteceu o gol de Bibi. Era o que menos esperávamos. Não se pode vacilar diante de um adversário como o Confiança que tem jogadores muito experientes. As nossas finalizações, também, foram muito ruins”, disse Índio.

Mesmo com o revés, que dificultou, ainda mais, a caminhada do Canarinho do Piauitinga, em direção ao inédito título de campeão estadual, Indio disse que nem tudo está perdido e que a disputa continua em aberto.

“Sábado, vamos ao Batistão sedentos por um resultado que nos possibilite levantar o título. Ficou mais difícil, porque, com a derrota, o Confiança pode empatar ou até perder por 1 a 0, que bota a mão na taça. Mas o Estanciano vem provando que está mais do que vivo e vai com tudo para surpreender, com uma grande vitória e a conquista do título”, emendou o comandante.

Fonte: Jornal da Cidade