“A bola fica muito viva”, diz Betinho sobre gramado do Estádio do Café

Foto: Rodrigo Saviani
Foto: Rodrigo Saviani

Para conquistar o acesso no próximo domingo, o Confiança terá vários adversários. O próprio Londrina, a pressão da torcida do Tubarão e o mais comentado de todos: o gramado do Estádio do Café. O técnico Betinho mostrou que já estudou tudo direitinho e passou para os atletas. Vale ressaltar que o Londrina ainda não perdeu em casa e que o Confiança vem de quatro partidas sem perder como visitante.

– O gramado é duro, até pelo clima de lá, um clima muito quente e uma terra batida. Então é um gramado onde a bola fica muito viva. Eu acho até que pela qualidade do adversário eles têm um pouco de dificuldade de jogar em casa, talvez até por isso tenham empatado lá por cinco vezes. Vai haver uma pressão no nosso time, teremos que vivenciar isso e assimilar o mais rápido possível. No mais, é fazer o que nós sempre fizemos fora de casa: marcar bem o adversário e buscar oportunidades para chegar ao gol deles – explicou o treinador azulino.

Na última terça-feira, Betinho fez mais um treino fechado, para dificultar a vida do Londrina. Além disso, não descartou a preparação especial para uma disputa por pênaltis, pois assim a vaga será decidida se a partida terminar sem gols.

– Eles têm um fator dentro de casa de bola parada muito bom. Então estou trabalhando com os atletas essas situações e, principalmente, pênaltis com todos. Até porque, nessa segunda parte, quem não conhecer os batedores do adversário pode levar um pouco de vantagem, embora na hora quem vai decidir o canto que vai bater é o jogador mesmo – comentou Betinho.

Confiança e Londrina se enfrentam no próximo domingo, às 18 horas (horário de Sergipe), no Estádio do Café pelo jogo de volta das quartas de final do Brasileirão da Série C. Um empate com gols já leva o Dragão à Série B em 2016.

Fonte: Globoesporte.com