Confiança 4 x 0 Icasa – Acertando as contas com o passado

Foto: ASCOM Confiança
Foto: ASCOM Confiança

Acertar as contas com o passado recente, esse é o legado que a “Era Betinho” já tem. Conseguimos um acesso, boa campanha na série C e agora exorcizamos o fantama sertanejo que era o Icasa.

O verdão do Cariri selou o nosso rebaixamento na desastrosa campanha da série C 2009 e nos eliminou da Copa do Brasil também em 2009. O time que jogou a pá de cal no que restou do histórico time de 2008, agora faz parte de um marco na nossa brilhante campanha: permanência na série C e chances reais de alcançar o G4 e manter o sonho do acesso à série B. Mais uma coincidência, o jogo que nos rebaixou em 2009, também foi 4 x 0.

Em uma rodada quase perfeita para nós, o ASA perdeu para o Cuiabá, o Salgueiro para o Fortaleza e o Botafogo para o Águia. Não fosse um gol milagroso do América no final do jogo contra o Vila estaríamos no G4.

Terminamos a rodada em 5º lugar com 21 pontos, a dois pontos do ASA e 3 do América, e melhor saldo de gols que ambos. Nas duas próximas rodadas estaremos fora enfrentando os líderes Vila Nova e Fortaleza. Caso consigamos pontuar e os outros se embolarem, podemos garantir nossa passagem às quartas da série C no jogo contra o América aqui em Aracaju.

O jogo

Quem vê apenas o placar acha que a torcida azulina não sofreu, mas sofremos e muito no primeiro tempo. O Confiança começou com a pouca criação contra um bem fechado Icasa. Durante todo o tempo de jogo o Confiança não deu um chute ao gol que levasse perigo, enquanto o Icasa teve algumas chances mais claras.

Quem conseguiu abrir a defesa cearense foi Richardson, que em jogada individual dispara rumo ao gol driblando dois marcadores e só sendo parado com falta, que resultou no segundo amarelo para Fagner, lateral do Icasa.

Com um a mais o Confiança foi pra cima até que no último lance do jogo Eron abre o placar. Festa no Batistão e fim do primeiro tempo.

Mesmo com a vantagem, Betinho sabia que precisava mexer no time e mexeu. Entram Almir Dias e Diego Ceará, no lugar de Felipe Lima e Robinho. Com as mexidas o Confiança ganhou mais qualidade no meio e volume no ataque, e assim aos 13 do segundo tempo Almir Dias ampliou para o Dragão.

Com 2 x 0, era hora de administrar o placar, certo? Errado! Mesmo vencendo, jogando melhor e com um jogador a mais o Confiança foi pra cima. E a pressão eu certo mais um vez, Rômulo recebe de Diego Ceará, desencanta e marca.

Com a fatura liquidada, o Confiança diminui o ímpeto, mas continua pressionando, até que aos 37 Ney Maruim encontra Diego Ceará na área que fecha o placar. Confiança 4 x 0, risco de rebaixamento de 0% e na cola de ASA e América na luta por uma vaga no G4.

Avaliação Final

Em que pese a fragilidade do Icasa, Betinho mostra que conhece bem seus jogadores e que pode fazer variações no time mantendo a qualidade e surpreendendo o adversário. Com o tempo de trabalho maior e a chegada de novos jogadores, o rodízio de atletas no time titular se mostra efetivo, pois já não somos tão dependentes de um ou dois jogadores.

Portanto, embarcamos pra essa tour contra os líderes com muita esperança e um time cada vez completo. Pra cima deles Dragão!

Saudações Azulinas

Mike Gabriel