Confiança entra em calvário e Mimica resume sentimento

Foto: Osmar Rios / GloboEsporte.com

Foto: Osmar Rios / GloboEsporte.com

Diante do cenário amplamente negativo, o torcedor do Confiança nem estava alimentando tanta expectativa por um bom resultado contra o Botafogo-PB. Afinal, eram seis desfalques de jogadores azulinos considerados titulares, jogo fora de casa contra um dos líderes do grupo A na Série C. Com o Belo martelando o tempo todo em busca da vitória era de se esperar que o pior acontecesse. Mas o tempo foi passando, passando e o gol do adversário não vinha. Quando veio, logo em seguida Wallace Pernambucano empatou, em cobrança de pênalti. Pronto, 1 a 1 e partida se encaminhando para o fim. Por que não alimentar as esperanças de somar pelo menos um pontinho então?

Porém, veio o duro golpe aos 49 minutos do segundo tempo. Djavan fez o gol da vitória dos paraibanos e deixou nos proletários o gosto amargo de ver o empate escapar nos últimos segundos. Era notório o desapontamento de todo o elenco por tomar o gol no apagar das luzes. Ao fim da partida, quase ninguém se dispôs a falar. A maioria desceu de forma imediata para o vestiário. O zagueiro Mimica ficou e resumiu com uma palavra o sentimento dele diante do resultado: “Magoado”. Depois respirou fundo e continuou falando.

É muito triste toda essa situação. Nosso time enfrentou todas as dificuldades nesse jogo. Mas todos lutaram bravamente buscando somar pontos fora de casa. Estávamos buscando a todo custo somar pontos mas vem um gol no último minuto. É bastante triste, mas Deus sabe o que faz – completou Mimica.

A derrota colocou o Confiança em um calvário. O time segue na zona do rebaixamento como penúltimo colocado, com 16 pontos somados. Restam mais duas rodadas e o time, além de vencer, precisa de uma combinação de resultados que lhe favoreça. A próxima partida é fora de casa, contra o América de Natal, no próximo sábado, às 19h, na Arena das Dunas.

Fonte: Jornal da Cidade

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com