Confiança estreia no Estadual com time quase idêntico ao do Nordestão

ConfiancaPreparadoParaEstreia

O principal reforço do Confiança para o Campeonato Sergipano foi a manutenção do elenco que disputou a Copa do Nordeste no início da temporada. O grupo, que demonstrou entrosamento e consistência tática, começa agora o Estadual com a credencial de um dos grandes candidatos ao título. Contra o América, pela primeira rodada, a intenção do técnico Nadélio Rocha era manter o time que vinha atuando nos jogos pelo regional, mas com os desfalques do goleiro Fábio, do zagueiro Alexandre e do atacante Da Silva, o time sofrera algumas alterações. Só que a base será mantida.

– Praticamente escalarei o mesmo time. As mudanças apenas são as entradas de Ricardo no lugar de Fábio, Valdo no lugar de Alexandre e Wallace no lugar de Da Silva. Vamos manter a mesma equipe que estávamos usando até para não perder entrosamento e a forte pegada. Então o ideal é manter o grupo que atuou na Copa do Nordeste – disse Rocha.

Além de manter o time, Rocha também continuará com o esquema utilizado no Nordestão. O 3-5-2, que tão bem funcionou durante os jogos. O time deve ser escalado com Ricardo no gol; Renê, Valdo (Oliveira) e Valdson na zaga; Ângelo na lateral direita; Lismar e Richardson de volentes; Paulinho Mossoró meia; Augusto Ramos na lateral esquerda e, no ataque, Wallace e Diego Neves.

Sobre o rival

O jogo de estreia contra o América de Propriá está marcado para esta quarta-feira, às 20h15, no Vavazão, em Maruim. O adversário proletário é simplesmente uma incógnita para Nadélio Rocha. O treinador do Confiança até observou alguns jogos do Estadual durante o primeiro turno, para estudar os futuros rivais, mas não terá condições de passar nenhuma informação substancial para os seus jogadores, já que o Tricolor da Ribeirinha entrará em campo com um time quase que inteiramente renovado. Do grupo que disputou a primeira fase da competição, apenas cinco jogadores permaneceram.

O comandante também é novo no cargo. Marcos Oliveira, conhecido como Marcão, que tem experiência no futebol paulista e trabalha pela primeira vez em Sergipe. Ele substituiu Raimundo Sergipe, que era gerente de futebol e estava improvisado no comando técnico da equipe.

– Jogar com um time inteiramente desconhecido e novo tem o seu lado positivo e o seu lado negativo. O ruim é que não conhecemos a equipe. E o lado bom é que o time deles não tem entrosamento. Neste ponto, nossa equipe está em um estágio bem melhor. Então vamos usar isso para superar o adversário – concluiu Rocha.

Este segundo turno conta com as participações de Confiança e Itabaiana, que não estiveram no primeiro turno por conta da participação na Copa do Nordeste.

Fonte e Foto:  Globoesporte.com

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com