Confiança x Itabaiana: 9 meses depois reeditam a final de 2012

Ninguém gosta de perder, mas há nove meses, após ser derrotado para o Confiança por 1 a 0, o Itabaiana comemorou. É que o resultado lhe garantiu o 10º título do Campeonato Sergipano. Os dois rivais sempre fizeram grandes jogos, sobretudo em decisões. E quase um ano depois, nesta quarta-feira, 20h15, no Presidente Médici, eles voltarão a se enfrentar pela primeira vez após aquele duelo. O jogo representa também o primeiro clássico do futebol de Sergipe em 2013.

ItabaianaCampeao2012

Naquela final, o Itabaiana entrou no Estádio do Batistão podendo perder por um gol de diferença para levantar a taça. Privilégio que conquistou ao vencer o primeiro jogo do confronto por 3 a 1 em casa. O Confiança venceu pelo placar mínimo, e viu os tricolores tomarem o estádio em Aracaju.

Ao contrário de 2012, este ano é o Confiança que está em ligeira melhor situação. Com seis pontos, a equipe da capital lidera a segunda fase do Estadual, com 100% de aproveitamento. Já o Itabaiana é o segundo colocado com quatro pontos, os mesmos de Sergipe e River Plate, mas supera os concorrentes diretos nos critérios de desempate.

Opostos

Nestes nove meses, o que se viu foi o Confiança superando o trauma do vice-campeonato e o Itabaiana sofrendo na quarta divisão do Campeonato Brasileiro. No início de 2013, as equipes participaram da Copa do Nordeste, fizeram bons jogos, mas não avançaram no Regional.

Enquanto o Itabaiana esperava a justiça liberar o início das séries C e D do Nacional, o Confiança conquistava a Copa Governo do Estado e uma vaga na Copa do Brasil deste ano. Quando o Brasileiro foi normalizado, o tricolor serrano não passou de uma quarta colocação no grupo A4.

Novidades

Tem um ditado no futebol que diz: ’em time que está ganhando não se mexe’. Talvez este foi o pecado do Itabaiana para não ter melhor sorte na quarta divisão nacional. A equipe sofreu mudanças profundas em seu grupo. Para começar, o treinador Celso Teixeira não renovou. Do time titular da final, apenas Valdson, Raulino, Magno e Edinho disputaram o Brasileiro.

filippearaujo_river_x_ita002

No final do ano mudanças também na presidência: saiu Eduardo Almeida para dar lugar a Edivaldo Lima. A equipe de 2013 contou apenas com dois remanescentes: Raulino e Edinho. Mas o primeiro se desentendeu com a nova diretoria e está afastado por tempo indeterminado.

Já o Confiança manteve a base que foi vice-campeão estadual e campeã da Copa Governo do Estado. Nomes como Ricardo, Renê, Alexandre, André e Lismar foram mantidos. A mudança mais substancial foi a do comando técnico. Após saída de Gilberto Pereira, Nadélio Rocha foi contratado. Ele assumiu o ‘Dragão’ na Copinha após deixar o São Domingos. Este ano, repatriou Valdson, que estava justamente no rival tricolor, e Da Silva. Os dois foram os destaques da temporada 2008, quando o time azulino esteve perto da série B do Brasileiro.

JoeltonConfianca

Edinho, o remanescente

No final das contas, daquele time campeão em 20/05/2012 só sobrou Edinho. O jogador não foi relacionado nos dois primeiros confrontos da segunda fase do Campeonato Sergipano deste ano, mas sabe muito bem o que representa este Itabaiana e Confiança.

– Clássico é sempre difícil, mas estamos preparados e contamos com o apoio do nosso torcedor em nossa casa para conquistar os três pontos. Vencer vai nos colocar em boas condições de conquistar o bicampeonato – afirmou o jogador.

EdinhoItabaiana

– As duas equipes estão jogando bem. Se reforçaram para a Copa do Nordeste. Apesar de não conseguirem a classificação, as duas equipes apresentaram um bom futebol. Creio que será um ótimo jogo – disse Edinho.

Valdson, o vira casaca

O zagueiro Valdson é um personagem emblemático deste clássico. Formado pelo Confiança, com passagens pelo maior rival azulino, o Sergipe, ele ganhou quatro títulos estaduais nos últimos cinco anos. Ficou com a fama de ser o dono do Estadual. O último foi justamente com o Itabaiana.

– Ano passado eu fui campeão com o Itabaiana. Um pouco antes fui vencedor no River Plate. Já conquistei títulos com o Confiança. Agora, meu objetivo é levantar mais um troféu pelo ‘Dragão’. Hoje, defendo as cores do Confiança com unhas e dentes – avisa Valdson.

ValdsonConfianca

– É muito normal na vida de um jogador. Hoje você está aqui e amanhã do outro lado. Por isso que você tem que sempre respeitar a equipe adversária. Você não sabe o dia de amanhã. Graças a Deus, por onde passei procurei respeitar a todos.

Fonte: Globoesporte.com

Fotos: Globoesporte.com e Filippe Araújo

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com