Confiança leva 5 a 3 do Remo em pleno Batistão

Foto: Igor Matheus/ Portal Infonet
Foto: Igor Matheus/ Portal Infonet

Quem gosta de ver gols e compareceu ao Batistão neste domingo, 19, saiu mais do que satisfeito. Mas quem é torcedor da Associação Desportiva Confiança não teve muito o que comemorar. Pela quinta rodada da Série C, o Dragão do Bairro Industrial mais uma vez não conseguiu se impor dentro de casa e teve suas redes metralhadas – em tempestade de gols, o time sergipano perdeu por 5 a 3 para o Remo-PA.

Com o resultado – que já é a pior derrota do time sergipano na Série C –, o Confiança continua afundado na lanterna de sua chave com apenas dois pontos. Na próxima rodada, no domingo, 26, o Dragão pegará o River-PI em Teresina.

O jogo
Nos primeiros minutos, o Confiança não deixou o Remo tocar na bola. Mas só foi o time paraense pegar na redonda que o estrago começou. Logo aos 10 minutos, Levy recebeu no lado direito e arriscou de longe. A bola tocou na zaga azulina, tirou o goleiro Beliatto do lance e entrou: Remo 1 a 0.

Quatro minutos depois, em mais uma jogada rápida, Edno cruzou da direita, Eduardo Ramos ajeitou da esquerda e Alan Dias, no meio, fuzilou a bola nas redes: Remo 2 a 0. Com dois gols tão rápidos, a torcida do Confiança começou a pegar no pé do elenco. Munida de vaias e de gritos de ‘time sem vergonha’, a multidão azulina sofria ao assistir um time apático que não conseguia chegar na área adversária com a bola no pé.

Então a resposta veio de bola parada. Aos 35, Cascata sofreu falta na entrada da área. Na cobrança, o lateral Assis mandou a bola com capricho à esquerda do gol e diminuiu o prejuízo: 2 a 1. Aos 46, Mateus Paraná balançou as redes – mas o juiz anulou por ter visto toque de mão. E os times foram para o vestiário com vitória parcial paraense.

Na segunda etapa, a esperança do empate apagou logo no primeiro minuto. Após escanteio, Alan Dias surgiu no segundo pau e tocou pra dentro: Remo 3 a 1. O desânimo no semblante dos atletas azulinos era visível. Mas mesmo assim, o time continuou tentando segurar a bola. Aos 3, Cascata mandou um balaço no travessão. E depois de algumas tentativas, o anfitrião chegou ao gol aos 33.

Após jogada pela direita, a bola chegou em Assis pela esquerda. Livre, o camisa 6 pensou e mandou a bola com consciência para o gol: 3 a 2. Aos 35, Mateus Paraná se antecipou à defesa e balançou as redes mais uma vez – e o bandeirinha assinalou impedimento. Três minutos depois, porém, veio o empate válido: Orobó cruzou na área a partir da esquerda e, na confusão, Yuri, do Remo, tocou de cabeça pra dentro do próprio gol: era o quase inacreditável empate em 3 a 3 – que incendiou o Batistão.

Mas nenhuma alegria tão grande durou tão pouco. Dois minutos depois, Mauro fez falta na grande área e o juiz assinalou pênalti. Edno foi para a cobrança e, sem frescura, converteu e devolveu a vitória ao time paraense – Remo 4 a 3. Nos últimos minutos, o Remo ainda teve Hericlis expulso por acertar o rosto de Caique. Mas nem isso impediu os visitantes de fazer ainda mais estrago na frágil defesa azulina.

No último minuto de jogo, o goleiro Beliatto resolveu dar uma de atacante e foi para a área. O problema é que o lance que se seguiu foi digno de futsal: o Dragão perdeu a bola, Eduardo Ramos disparou em direção ao gol aberto e tocou para Levy, que se livrou da marcação e fuzilou as redes mais uma vez: Remo 5 a 3. E estava decretada a pior derrota do Confiança desde seu retorno à Série C.

FICHA TÉCNICA

CONFIANÇA 3 x 5 REMO
Gols: Levy (10’ 1t), Alan Dias (14’ 1t), Assis (35’ 1t), Alan Dias (1’ 2t), Assis (33’ 2t), Yuri – contra (38’ 2t), Edno (40’ 2t), Levy (43’ 2t)

CONFIANÇA
Belliato, Caique, Mauro, Alex Moraes, Hamilton, Assis, Everton, Felipe Cordeiro (Djalma), Kível, Cascata (Orobó), Éverton Sena (Mateus Paraná)

REMO
Fernando Henrique, Levy, Brynner, Max, Michel, Fabiano (Silvio), Yuri, Alan Dias (Chicão), Edno, Eduardo Ramos, Patrick (Hericlis)

Cartões amarelos: Mauro, Alex Moraes, Everton Sena, Mateus Paraná, Patrick, Levy
Cartão vermelho: Hericlis
Público total: 2570
Renda: R$ 33.352

Fonte: Infonet