Confiança perde do Penedense em amistoso no Sabino

foto: Igor Matheus/ Portal Infonet
foto: Igor Matheus/ Portal Infonet

O Confiança tropeçou em seu primeiro amistoso preparatório para a temporada 2016. Em partida realizada no Sabino Ribeiro na tarde deste domingo, 10, o Dragão foi superado pelo Penedense por 1 a 0. Diego Renato foi o autor do único gol da partida.

O Confiança terá ainda mais três amistosos pela frente até o início do Sergipão 2016. Na quarta, 13, o time viaja para Palmeiras dos Índios-AL para encarar o CSE. No sábado, 16, parte do elenco encara o Fluminense de Feira de Santana-BA, também no Sabino Ribeiro. E no domingo, 17, a outra metade do time viaja para encarar o Penedense em Penedo-AL.

O jogo
Na primeira etapa, o Confiança entrou em campo com Rafael Sandes, Ney Maruim, Eron, Carlinhos, Flávio, Izaldo, Wallace Pernambucano, Jr Paraíba, Warley, Éverton e Danilo Bala. O desempenho, entretanto, foi bem abaixo do esperado. Com muitos passes errados e atormentado pela marcação do Penedense, o Confiança chegou pouco ao gol.

Enquanto isso, o time alagoano criou diversas situações. Até que, aos 32 minutos, Lucas Silva encobriu Rafael. O goleiro reagiu, mas bateu roupa e a bola sobrou limpa para Diego Renato concluir para o gol livre: Penedense 1 a 0. Aos 41, Danilo Bala faz boa jogada pela direita e serviu Warley na área, mas a zaga travou o lance na pequena área.

Na segunda etapa, o Dragão trocou todo o time – enquanto o Penedense voltou do intervalo com apenas uma substituição. Em campo, o azulino estava com Henrique, Caíque, Valdo, Wallace SE, Elielton, Pedrinho, Amaral, Raulino, Kível, Bibi e Diego Ceará. Desta vez, o time criou mais e pressionou o Penedense com mais ênfase.

Mas o principal lance do jogo não teve nada a ver com balanço das redes: aos 29, Kível mandou um torpedo e acertou o travessão. Assim que a bola voltou, Raulino mandou outra bomba e a bola foi direto no travessão novamente. E na terceira volta, Diego Ceará tentou de cabeça e mandou a bola mais uma vez na barra de cima – para desespero dos torcedores. Aos 34, o Penedense chegou a marcar com Cleiton, mas o juiz anulou por impedimento – e o apito final soou após cinco minutos de acréscimo.

O técnico Betinho avaliou o desempenho dos anfitriões na partida. “Gostei da postura tática do time no primeiro tempo. Mas tivemos erros individuais de passe e oferecemos situações ao adversário. No segundo tempo, o Penedense já não tinha a mesma força, e o jogo foi de ataque contra defesa. E fico feliz pelo comportamento dos atletas. Alguns ainda requerem mais na parte física, outros já estão em um nível bom. Agora é aprimorar neles a técnica e a tática”.

Betinho também ressaltou que não se incomoda com o resultado. “Sempre falei para os jogadores que agora não há preocupação com vitória ou derrota. Claro que quando o time perde alguns podem desconfiar do trabalho, mas aqui dentro temos consciência de onde queremos chegar”.

Fonte: Infonet