Confiança vence, bota pressão no América-RN e segue vivo na Série C

Foto: Diego Simonetti/Blog do Major

Foto: Diego Simonetti/Blog do Major

Wallace Pernambucano é um dos jogadores mais criticados do atual elenco do Confiança. Mas é daquele tipo que trabalha quietinho, sem alarde. E é incrível como ele consegue aparecer bem em momentos decisivos. Na noite deste sábado, mais uma vez foi assim. O “Coringa” iniciou e concluiu a jogada do gol que abriu caminho para a vitória azulina contra o América de Natal, na Arena das Dunas. No segundo tempo, os anfitriões pressionaram bastante em busca ao menos do empate, mas não conseguiram êxito. Os sergipanos suportaram bem o “abafa” adversário e foram premiados nos acréscimos. Cleber derrubou Felipe Cordeiro. Pênalti para o Confiança e cartão vermelho para o defensor potiguar. O atacante Pingo foi para a cobrança e ampliou.

A vitória proletária por 2 a 0 manteve o time sergipano vivo na luta contra o rebaixamento. Agora com 19 pontos, o Confiança está em oitavo no grupo A, fora da zona incômoda, e depende só dele para se livrar de vez de qualquer ameaça de cair para a Série D. Na última rodada da primeira fase, o time comandado por Roberto Fernandes tem confronto direto com o Salgueiro. O jogo está marcado para o próximo domingo, às 19h, na Arena Batistão. A batata quente agora está nas mãos do Salgueiro e do próprio América-RN, que mede forças com o Remo no domingo, às 19h, no Mangueirão.

Substituição da discórdia

América-RN e Confiança iniciaram a partida de maneira bastante intensa. Era um jogo movimentado, com os dois times buscando o gol, cada um da sua maneira. Os donos da casa mais agudos, porém abrindo espaços, e os visitante tentando explorar essas brechas para surpreender. Percebendo essa deficiência, o técnico Francisco Diá mexeu no time ainda no primeiro tempo, tirando o atacante Alex Henrique e colocando o volante Richardson, alteração polêmica que gerou críticas imediatas por parte da torcida.

O Confiança continuou jogando no erro do adversário e foi recompensado aos 33 minutos. Após cruzamento da direita, a bola passou por Silvy e chegou para Pingo. O atacante tentou o passe, mas errou. A bola sobrou do lado oposto para Wallace Pernambucano, que bateu com categoria para as redes. Com isso, o América se desorganizou ainda mais taticamente. Os proletários ainda tiveram duas boas chances de ampliar. Na primeira, Pingo chutou para fora. Na segunda, já nos acréscimos, o zagueiro Eron quase surpreendeu o goleiro Ricardo em cobrança de falta.

Mais ligado, mas…

Na volta do intervalo o América-RN foi para campo mais ajustado. Assustou o Confiança duas vezes nos minutos iniciais. Danilo tabelou com Thiago Potiguar pela esquerda, invadiu a área e deu excelente passe para Jussimar, que completou para fora. Em outro lance, Romarinho chutou de longe e a bola passou perto. A pressão potiguar continuou até o fim do jogo, mas sem maior efetividade.

Perto do fim da partida, uma grande chance de cada lado. Romarinho cruzou da esquerda, Lúcio Curió completou e a bola foi desviada para fora. Aos 45, o Confiança chegou como quis ao ataque. Pingo cruzou da esquerda, a bola passou pelo goleiro Ricardo, mas Gil Mineiro chegou atrasado. Nos acréscimos, pênalti para o Confiança. Cleber derrubou Felipe Cordeiro e foi expulso. Pingo foi para a cobrança, deslocou o goleiro do América-RN e ampliou para os azulinos.

Fonte: Globoesporte.com

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com