Confiança volta a jogar bem e goleia América no Batistão

Confianca3x0America00

A relação entre a torcida azulina e o técnico Nadélio Rocha não andava das melhores. Após o empate nos minutos finais da partida contra o rival Sergipe, e a vitória sem convencimento o lanterna Lagarto, a torcida começava a contestar o comandante da equipe.

Mas as coisas podem ter novo rumo depois da partida da noite da quarta-feira, 27. Fiel ao sistema defensivo com três zagueiros, Rocha mudou a linha de frente, abrindo mão de um volante e colocando Jean Alisson. Os resultados foram imediatos. Confiança venceu o América por 3×0 jogando muito melhor em todo o jogo.

Ainda sem contar com o atacante Diego Neves, o Confiança entrou com Da Silva e Wallace na linha de frente. Os atletas foram municiados por Paulinho Mossoró e Jean Alisson, este último em grande atuação. Lá atrás, o volante Renan também esteve em grande forma, contribuindo com a marcação num jogo em que Augusto e Angelo foram menos exigidos.

Os lances

Logo no começo da partida, Da Silva perdeu um gol feito, quando recebeu bom passe de Augusto, ficou de frente do goleiro mas segurou demais, permitindo a chegada da defesa. O Confiança tinha o domínio do jogo, trabalhando a bola no campo adversário.

O América pouco conseguia subir. Felipe Sertânia, Capelinha e Murilo não conseguiam se entender, barrando na forte marcação da zaga que também foi formada com novidade: Renê, Valdo, Alexandre entraram juntos pela primeira vez no ano.

Aos 26 minutos o lance que foi o retrato do jogo até o momento. Jean Alisson fez boa jogada na frente da área e passou com açucar e afeto para Da Silva que novamente sassaricou e desperdiçou,cruzando mal. Na sequência o Pimentinha acertou. Após receber bom passe de Angelo, cruzou rasteiro e achou Wallace no segundo pau. 1×0 Dragão.

Confianca3x0AmericaWallace

O time azulino se manteve no ataque. Aos 30, a jogada saiu pela esquerda, em boa trama de Augusto, que cruzou bem para Jean Alisson que não caprichou, cabeceando por cima.

O América ainda voltou a assustar. Jean trocou passes no ataque e soltou uma bomba. Jeferson saltou e fez uma defesaça, mostrando porque é o titular do Dragão.

Com 37 minutos, em mais uma jogada entre Da Silva e Jean Alisson, o atacante invadiu a área, canetou o zagueiro e bateu com a esquerda, mas o goleiro Aranha encaixou. Logo depois o mesmo Pimentinha foi agarrado pelo zagueiro Mineiro, mas nem o bandeira assinalou, nem o juíz apontou. A torcida ficou na bronca.

Mas não demorou muito, e o Dragão voltou a marcar. Em mais uma jogada de Da Silva, que passou para Ângelo na direita, que teve tempo de parar, olhar e escolher onde tocar a bola. Achou Wallace, que mais uma vez finalizou com qualidade e marcou o segundo gol do Dragão, e seu, no jogo.

O Confiança, jogando bem e dominando todo o jogo, agradava o torcedor, enquanto o América sofria dois gols semelhantes no fim do primeiro tempo. Na saída das equipes de campo, um radialista informava que os jogadores do América jantaram biscoito com água antes da partida.

Segundo tempo

As duas equipes voltaram a campo de forma diferente. O América tirou o atacante Murilo e entrou com o zagueiro Tiago expectativa de dar mais consistência ao seu setor defensivo, que diversas vezes esteve em menor número nos ataques da equipe adversária.

Já o Confiança de Nadélio Rocha tirou o Angelo e colocou Marcelo Lanza, para poupar o lateral-direito azulino, um dos mais regulares do torneio neste ano.

O jogo perdeu qualidade e velocidade. Enquanto o Confiança esperava o momento o momento exato para encaixar um bom lance, o que não aconteceu pela consistência da zaga do América na segunda etapa.

Por volta dos 15 minutos de segundo tempo o Confiança mexeu, tirando Wallace, que pediu para sair, e entrando o volante Renato Frota. A torcida ficou na bronca, acreditando se tratar de um recuo. A opção tática fez sentido pouco depois.

Confianca3x0AmericaMarcosChaves

Na altura dos 26 minutos foi a vez de Jean Alisson, com grande participação no jogo, deixar o campo aplaudido para a entrada do jovem Joelton. Com isso Confiança passou a ter o tradicional triangulo no meio, com dois atacantes, como jogou todo o ano até aqui.

Com 32 minutos de segundo tempo. Cruzamento da direita de Paulinho Mossoró, mais uma vez, Joelton marcou. É o talismã, a jovem promessa do clube proletário saindo do banco para desequilibrar mais uma vez. Pouco mais de cinco minutos foram necessários para ele marcar.

Com o placar em mãos foi a vez de controlar a partida e comemorar a derrota do arqui-rival Sergipe. Com o resultado o Confiança assume a liderança isolada do Campeonato Sergipano mais uma vez, e agora enfrenta o Estanciano no Francão no domino. Já o América sofre sua segunda goleada consecutiva e agora soma três partidas sem vitória. Tentará a reabilitação contra o lanterna Lagarto, que vem se recuperando.

FICHA TÉCNICA
CONFIANÇA: Jeferson, Angelo, Rene, Valdo, Alexndre, Augusto, Renan, Jean Alisson (Joelton), Paulinho, Wallace (Renato Frota) e Da Silva. Técnico: Nadélio Rocha.
AMÉRICA: Aranha, Jorginho, Nene, Mineiro, Vitor, Fernandes (Santos), Jean, Dielson, Sertania, Capelinha e Murilo (Thiago). Técnico: Marcos Chaves
Árbitro: José Humberto Maroto, Ailton Farias da Silva e Victor Oliveira Cruz
Cartões: Nenhum
Gols:  Wallace aos 26′ e 44′ do 1º e Joelton aos 33′ do 2º, para o Confiança
Público: 1052 presentes

Fonte e Fotos: Infonet

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com