Contusão em Robinho não preocupa

Foto: Osmar Rios
Foto: Osmar Rios

A lesão que Robinho sofreu no jogo com o Águia de Marabá, sentida em um lance casual, na partida do último domingo, com o Icasa, em que o Confiança goleou, por 4 a 0, não é motivo de preocupação para o técnico Betinho. Na manhã de ontem, o jovem atacante, emprestado pelo Ceará Sporting, compareceu à sala de fisioterapia  e, após ser avaliado pelo fisioterapeuta Emanoel Sampaio, ficou constatado que o problema não é grave e que, ainda esta semana, voltará a treinar com bola.

Ao contrário de Robinho, o lateral Amaral continua entregue ao departamento médico, se recuperando de uma distensão no joelho que o afastou dos jogos da primeira fase da Série C, do Campeonato Brasileiro de Clubes. Precisando de mais tempo para retornar às atividades normais, Amaral, por enquanto,  ficará recebendo cuidados de Emanoel Sampaio e participando de treinos  físicos, com o professor Carlinhos.

“Em relação à situação de Robinho posso garantir que não se constituirá em problema para o jogo do dia nove de setembro, com o Vila Nova, em Goiânia. Quanto a Amaral, apesar o seu restabelecimento está evoluindo bem, a sua volta aos trabalhos normais não tem data prevista”, disse Emanoel Sampaio.

Na manhã de ontem, quando aconteceu a reapresentação do elenco, no Sabino Ribeiro, após o importante triunfo diante do Icasa, que garantiu a manutenção da equipe na Série C e a possibilidade de acesso à B, em 2016, os jogadores, distribuídos em dois grupos, realizaram exercícios de musculação e um treinamento funcional, na academia do clube. O ensaio teve a duração de cerca de 80 minutos e, à tarde,  o grupo se exercitou em um treinamento físico-técnico, também, no Sabino Ribeiro.

Nesta quarta-feira, à tarde,  os craques do bicampeão do Estado retornam ao Sabino Ribeiro, para o segundo físico-técnico da semana. Com sete dias para trabalhar a equipe para o confronto com o Mais Querido do futebol do Estado de Goiás, Betinho não tem muito com o que se preocupar quanto à formação do time para o jogo com a agremiação goiana. Com apenas um desfalque confirmado, o do meia Wallace Pernambucano, que recebeu o terceiro cartão amarelo, domingo, e terá que cumprir suspensão automática, para a  posição, o comandante tem peças de reposição à  altura.

“O quanto é importante um elenco, num campeonato brasileiro com jogadores que atuam em várias posições. Agora, por exemplo, para a partida com o Vila Nova, não vou poder ter na equipe Wallace Pernanbucano, mas, em compensação, disponho de outros jogadores para o seu lugar”, disse Betinho.

Classificação

Questionado sobre a chance de o Confiança se  classificar para a próxima fase do campeonato, Betinho foi claro. Disse que a possibilidade existe, mas para que se confirme o time passou a depender de seus próprios méritos e, também, de resultados envolvendo concorrentes, como o América, ASA,  Botafogo e Salgueiro.

“Seria muito bom para o Confiança, se América, Salgueiro e Botafogo tropeçassem, na rodada do próximo fim de semana. Mas isso são apenas hipóteses. O importante é fazermos os nossos próximos deveres, frente o Vila Nova e o Fortaleza, que as coisas, certamente, clarearam para o nosso passado.  É isso o que não mais almejamos acontecer”, emendou Betinho.

Fonte: Jornal da Cidade