Direto do jogo — Confiança 3 x 0 Guarani

Foto: Jorge Henrique

Foto: Jorge Henrique

Finalmente chegou o dia do reencontro do Confiança com sua torcida. Desde o dia 04/10/2015 que o Confiança não jogava no Batistão. De lá pra cá parecem que passaram uns 2 anos, mas só foi pouco mais de 3 meses.

O jogo começou e a torcida empurrou, afinal foi muito tempo sem gritar e pular. O Confiança foi pra cima e amassou o Guarani que até resistiu mas não por muito tempo: Aos 17 minutos Caíque cobrou falta pela esquerda e, com a ajuda do goleiro, abriu o placar no Batistão.

Mesmo com o gol, o Confiança não recuou e pouco depois o Guarani teve um jogador expulso. Assim, o domínio azulino se tornou ainda maior e culminou com o Gol de Wallace/PE aos 42 minutos.

2 x 0 e um primeiro tempo bem interessante, sobretudo pelas jogadas na lateral direita e pelas arrancadas e dribles de Danilo Bala.

No segundo tempo, Betinho quis fazer alguns testes. Já de saída tirou Flávio para a entrada de Kível. Com a mudança, o meio de campo trabalhou menos as bolas pelas laterais, afunilando o jogo em busca de Kível e Warley.

O Guarani por sua vez se fechou completamente para não levar uma goleada. Assim, o jogo, que já tinha um nível fraco, ficou sonolento com a bola batendo e voltando no bololô que ficou a zaga sertaneja.

A entrada de Junior Paraíba não alterou o meio de campo, que continuou pouco produtivo. O Confiança continuou no bumba-meu-boi até que uma bola sobrou pra Warley aos 31 minutos fechar o placar.

O jogo terminou ainda mais sonolento, se o juiz pudesse, terminava uns 10 minutos antes e ninguém reclamaria.

Observações e cornetadas

Danilo Bala: Não sentiu o peso da camisa, correu (e justificou o apelido) por todo o campo, driblou, chutou a gol. Se bem lapidado vai ser um grande jogador.

Caíque: Valeu a espera! Não se escondeu do jogo, foi pra cima, tabelou com Danilo Bala, Wallace/PE e Everton, sofreu pênalti não marcado, fez gol de falta… enfim, mostrou por que era considerado a joia do Jacuipense.

 Warley: Não foi bem em sua estreia, perdeu gols e quase sempre estava mal posicionado.

Wallace/PE e Everton: Melhores que no ano passado com boa movimentação, pouco erros de passe. Claro que não são os meias que precisamos, mas não nos irritaram como de costume.

Sandes, Valdo e Eron: Mal trabalharam e nem tem como avaliar muito. Ressalto que as pixotadas de Valdo que nos gelavam a alma no estadual do ano passado acabaram.

Izaldo: Meio apagado, mas não comprometeu. Subiu muito pouco, talvez por orientação de Betinho. Vamos aguardar os próximos jogos para analisar melhor.

Flávio e Elielton : Pouco acionados, cobriram bem as subidas de Caíque e se arriscaram no ataque vez por outra.

Junior Paraíba: Não parece que será o meia que precisamos, de bom passe que pensa e distribui as jogadas. Tende a ser um meia-atacante no estilo Wallace/PE.

Nota triste

Depois de algumas denúncias, o trabalho infantil no Batistão diminuiu, sobretudo nos últimos jogos da Série C. Mas virou o ano e as crianças voltaram a vender, pelas arquibancadas, comidas e bebidas.

Ano passado fizemos um texto denunciando, agora teremos que continuar cobrando da SETESP uma solução para este absurdo.

Saudações Azulinas,

Mike Gabriel

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com