Fatos, números e previsão – Confiança x Sergipe

Confiança e Sergipe se enfrentam em clássico pode definir um dos finalistas do Campeonato, caso o Sergipe vença dará um passo enorme rumo à final, pois deixa o principal adversário (considerando o Itabaiana em situação confortável) 5 pontos atrás restando apenas duas rodadas. Já o Confiança precisa vencer para ultrapassar o rival em pontos e só depender de si mesmo nas últimas rodadas.

Até agora os times fazem as seguintes campanhas no estadual:

Confiança

  • 11 Jogos:
    • 4 Vitórias
    • 5 Empates
    • 2 Derrota
  • Gols
    • 13 gols marcados
    • 10 gols sofridos
  • Fatos e séries
    • Artilheiro: Frontini (6 gols) – Artilheiro da competição
    • 5 jogos invicto no estadual

Sergipe

  • 11 Jogos:
    • 8 Vitórias
    • 2 Empates
    • 1 Derrotas
  • Gols
    • 19 gols marcados
    • 4 gols sofridos
  • Fatos e séries
    • Artilheiro: Nino Guerreiro (3 gols)
    • 7 jogos sem perder
    • 5 jogos marcando pelo menos 1 gol

O que esperar do jogo

O Sergipe chega em alta para o clássico, venceu bem o Boca em Estância e sabe que um vitória no jogo significa um passo imenso rumo às finais,  até um empate os deixa com boas chances de ir à final, assim vejo o rival esperando mais o jogo para sair na boa sem se expor muito.

Já o Confiança precisa muito vencer, por isso precisa propor o jogo, coisa que o time sempre faz, a questão é: Como vai fazer isso? As jogadas do Confiança já estão mapeadas e salvo uma surpresa grande de última hora não vai variar muito além dos cruzamentos na área em busca de Frontini ou mesmo do abafa nos 20 minutos iniciais de jogo.

Em relação aos últimos jogos uma coisa deve ser mantida, o pouco avanço dos laterais, o que fez com que a quantidade de gols tomados diminuísse  e contra o Sergipe, que  usa bastante o lado do campo, essa tática faz bastante sentido.

Assim, vejo mais um clássico de poucos gols e com leve favoritismo do Sergipe, já que não entra com a faca na garganta como o Confiança. No mais, só espero terminar o domingo feliz!

Saudações azulinas,

Mike Gabriel