Leandro Kível manda em campo, faz 3 e Confiança vence Sergipe no Médici

inkivel

Clássico é clássico e vice-versa(SIC). A máxima entrou em campo nesta segunda-feira. Badalado, o Sergipe recebeu o então em crise Confiança, no Estádio Presidente Médici, em Itabaiana. Era apontado como favorito, mas o adversário era o maior rival e tinha Leandro Kível, que balançou a rede por três vezes e garantiu a vitória proletária. Jonatha descontou.

A vitória recolocou o Confiança na segunda colocação do Campeonato Sergipano com 13 pontos, os mesmos de Itabaiana e Estanciano, mas vence no saldo de gols. O Sergipe permanece em primeiro, com 15.

Na próxima rodada, o Sergipe encara o Amandense, no Estádio Brejeirão, em Tobias Barreto. Já o Confiança recebe o Canindé, no Estádio Sabino Ribeiro, em Aracaju. As duas partidas acontecem na quinta-feira, às 20h15.

O jogo fez parte das comemorações do aniversário de 159 anos de emancipação política de Aracaju. Aconteceu em Itabaiana, devido às reformas do Estádio Batistão e os estádios João Hora e Sabino Ribeiro não poderem receber clássicos.

Leandro Kível, o dono do jogo

O Sergipe iniciou o jogo com mais apetite. Logo no primeiro lance, Beto precisou se antecipar para evitar o chute de Edinho. No lance, o goleiro levou uma pancada no joelho, não aguentou e foi substituído por Jerfesson. A equipe colorada continuou mandando. Jerfesson foi preciso em três lances contra Pirambu, João Paulo e Clóvis.

Ainda assimilando as instruções do novo treinador, o Confiança apostou nas bolas paradas. Geraldo e Glauber foram os responsáveis por municiar Leandro Kível e Bibi, mas a defesa rival se mostrava atenta. Quando um Leandro Kível recebeu entre dois marcadores, o camisa nove não perdoou e abriu o placar no Médici.

A situação ficou ainda melhor para o Confiança quando Rafael derrubou Raulino e levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Assim, o Dragão não saiu do campo rival até o apito final do primeiro tempo.

Com um a menos e o placar desfavorável, Vinícius trocou Magno por Rodrigo e Pirambu por Moisés. Pela substituição, ele liberou Jonatha para só atacar. A tática deu certo aos 12 minutos. Ele ganhou a bola na raça e de fora da área mandou por cobertura e empatou o jogo. Mas nem deu nem tempo de comemorar. Kível subiu entre dois marcadores e marcou de cabeça.

As duas equipes continuaram buscando o gol. Após grande defesa de Jerfesson, Leandro Kível lançou Everton, que foi derrubado por Rodrigo e o jogador colorado levou o segundo amarelo e foi expulso. Com dois a mais, o Dragão sobrou. Leandro Kível aproveitou nova falha de marcação e mandou de cabeça. Na comemoração ele avisou: ‘quem manda aqui sou eu’.

Fonte: Globoesporte.com

Receba notícias do Dragão no seu email::

Delivered by FeedBurner

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com