“Massacramos o Sergipe”, avalia Kivel, que também reclama da arbitragem

Foto: Felipe Martins

Foto: Felipe Martins

Após o apito final nesta quarta-feira, no 0 a 0 do clássico contra o Sergipe, os jogadores do Confiança se mostraram irritados com a arbitragem de Diego da Silva, apitou pela primeira vez um clássico maior. Um dos mais insatisfeitos com a atuação do árbitro foi o atacante Leandro Kivel. Segundo o camisa 9, o Dragão merecia a vitória por ter “massacrado” o Sergipe e que o Estado precisa de árbitros de fora, para que os daqui aprendam.

– Se teve um merecedor para vencer o jogo, seria o Confiança. Massacramos o Sergipe, que fez antijogo a noite toda. Se esse juiz não aprendeu, ele tem que assistir à Libertadores. O goleiro do São Paulo foi expulso por ter virado de lado. O goleiro do Sergipe fez cera a noite toda. Por isso tem que vir gente de fora para eles aprenderem. A Série C fez mal para o Estado, querem ajudar o Sergipe só porque tem um lado que está bem? Um pênalti em que o cara chutou a garganta do Everton. Hoje massacramos o Sergipe e merecíamos a vitória – reclamou Kivel.

Com o empate sem gols, o time azulino passa a não mais depender apenas de si para se garantir na final. Mesmo assim, o atacante disse que ainda acredita na classificação e ainda ironizou o rival.

– Eu confio ainda. Pode me chamar de louco. Mas eu me identifiquei com esse clube. Tudo pode acontecer no sábado. O Boca Júnior pode vir aqui e vencer o Sergipe, eles perdem toda hora para o Estanciano e porque não perder para o Boca, tudo pode acontecer. De repente eles vão morrer em casa como já morreram várias vezes aí. Vamos buscar a vitória aqui e esperar – alfinetou.

O Confiança precisa vencer o Estanciano no Francão e torcer por uma vitória do Boca Júnior sobre o Sergipe no Batistão. Só assim o time azulino continuará sonhando com o tricampeonato.

Fonte: Globoesporte.com

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com