Melhor, mas insuficiente: Dragão 1×1 Fortaleza

Confianca1x1Fortaleza_00

Na partida em que marcava o reencontro entre Confiança e Fortaleza, as forças se mantiveram equivalentes. Após dois confrontos pela fase de grupos da Copa do Nordeste no início do ano, com uma vitória em 3 a 0 dentro de casa para cada equipe, as duas equipes voltaram a se encontrar pela Copa do Brasil.

Dentro de casa, o Dragão demorou a tomar a iniciativa e acabou penalizado numa falha de André, que resultou em gol de Jaílson. Os azulinos diminuiram com um gol de falta de Wallace e dominaram o resto da partida, mas faltou qualidade. Com o placar em um a um, o Fortaleza tem a pequena vantagem de empatar sem gols, diante da sua torcida.

A partida de volta acontecerá no dia 22 de maio, uma quarta-feira no Castelão, em Fortaleza. A partida tem início às 20h30, e será a prova dos noves das equipes nordestinas que vivem em momentos complicados no ano. O vencedor desta chave enfrentará o vencedor entre Luverdense e Bahia.

O jogo

Eram duas equipes sendo testadas. Após uma série de más atuações pelo Campeonato Sergipano, o Confiança de Fahel Junior mudava um pouco as atenções para jogar o também importante torneio nacional. Do outro lado do campo a situação era ainda pior.

O Fortaleza de Hélio dos Anjos vinha desestabilizado de uma derrota por 3 a 0 para o maior rival. O jogo contra o Ceará aconteceu pela semifinal do Campeonato Cearense. A possível eliminação deixará o Fortaleza fora da Copa do Nordeste de 2014.

O jogo começou estudado. A primeira chegada foi do Dragão, já aos oito minutos de partida. Quando Oliveira encontrou Wallace, ele pedalou e bateu pra fora. Na sequência Assisinho, bom jogador do Fortaleza, também assustou. Ele recebeu na área e obrigou Jerfesson a fazer uma grande defesa.

Durante esse período da partida o domínio foi do Fortaleza, que matava as saídas de bola do Confiança, e chegava em ao ataque. Donizete fez boa jogada novamente e cruzou para Jaílson despediçar de cabeça na área.

A zaga do Confiança sofria na correria com a falta de criatividade ofensiva. Não fosse a eficiencia de Valdson e, até aquele momento, a boa partida de Alexandre e Oliveira, o Fortaleza já podia ter abrido o placar.

Aos 36 minutos, no primeiro descuido da zaga azulina, sai o gol cearense. Lançamento longo e despretensioso da zaga tricolor, o zagueiro André tenta ajeitar, a bola corre e cai nos pés de Jaílson. Com matador não se brinca, Fortaleza um a zero.

Confianca1x1Fortaleza_01

O Confiança sentiu o baque, mas viu também seu ataque acordar e tomar a responsabilidade da partida. Wallace passou a buscar mais as jogadas, enquanto Jean Alisson começava a se soltar e buscar organizar o meio.

A primeira chegada aconteceu quando Oliveira arriscou de muito longe para a defesa de João Carlos. O Dragão buscava melhor os lances. Quando, aos 43, numa sobra de um cruzamento, o Confiança ganha uma falta na intermediaria.

Wallace, que não é o principal batedor do clube proletário, correu de longe e encheu o pé. A bola desviou na zaga e não perdeu velocidade, caindo no canto do gol dos adversários cearenses. Tudo igual, um a um. Pouco restou até o fim do primeiro tempo.

Segundo tempo

Pouca calma e pouca criatividade. Esses dois problemas definem o que não permitiu ao Dragão chegar ao gol da virada, apesar das inúmeras chances que a zaga do Fortaleza promoveu ao ataque azulino.

Tudo começou quando Oliveira, até então muito bem na partida na marcação e na saída de bola, sai e entre Lismar, jogador com perfil totalmente diferente, e que não estava em dia de inspiração. Mais tarde, mal na partida, Luan saiu para a entrada de Augusto.

Confianca1x1Fortaleza_02

Logo aos 6 minutos, Jean Alisson recebeu na entrada da área e bateu bem, mas João Carlos fez grande defesa. O Fortaleza respondeu em boa cabeçada do baixinho Assisinho, que forçou Jeferson a pegar bem.

Enquanto o Confiança tinha imensas dificuldades em criar jogadas interessantes de ataque, com problemas de movimentação, de criatividade e de acertar passes, o Fortaleza aproveitava as poucas chances que tinha.

Aos 18, o chato Assisinho voltou a assustar quando bateu cruzado e fez a bola “rolar” sobre o travessão de Jerfesson. Não fossem os erros de passe e a falta de pontaria de alguns atletas do Leão do Pici, o Confiança podia ter se complicado.

Jean Alisson entrou em ação com mais afinco e mostrou que merece a camisa dez do Dragão. O jogador organizava bem o meio do Confiança, fazendo a bola girar e abrindo espaços na zaga adversária.

Foi ele quem serviu Da Silva, que parou na intermediária e viu a infiltração de Richardson. O lançamento foi por cima, de forma inteligente, mas João Carlos saiu muito bem na dividida, impedindo mais um gol. Por cansaço, o meia foi substituido por Paulinho Mossoró.

A partir dos 25 minutos, o jogo pertenceu ao Confiança, que não conseguiu fazer muito. Wallace teve boa chance dentro da área mas bateu totalmente sem direção. Em cobrança de falta o goleiro impediu o gol de Augusto.

Ao 47 minutos, já no desespero, o próprio Augusto fez grande jogada pela esquerda e cruzou para trás rasteiro. Angelo teve a melhor chance do jogo e acabou mandando para fora.

Confianca1x1Fortaleza_03

FICHA TÉCNICA
CONFIANÇA: Jerfesson, André, Valdson, Alexandre, Angelo e Luan (Augusto); Oliveira (Lismar), Richardson e Jean Alisson (Paulinho Mossoró); Da Silva e Wallace. Técnico: Fahel Junior
FORTALEZA: João Carlos, Jackson Silva, Fabrício e Cassio; Edson Souza (Sidney), Esley, Jackson Caucaia, Jussimar (João Henrique), Marinho Donizete; Jaílson (Edson Souza) e Assisinho. Técnico: Hélio dos Anjos.
Arbitragem: Renan de Souza (PB), Kilden Moraes (PB) e Oberto Santos (PB)
Cartões: Confiança: Oliveira; Fortaleza: Fabricio, Jackson Caucaia, Esley, Jackson Silva, Fabricio.
Gols: Jailson aos 36′ do 1o tempo; Wallace aos 43′ do 1o tempo
Público: 3920 presentes

 Por Irlan Simões

Fonte e Fotos: Infonet

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com