Para Betinho, equipe jogou bem, mas faltou eficiência e ‘pagou caro por isso’

Foto: Adelson Costa / Pernambuco Press
Foto: Adelson Costa / Pernambuco Press

No primeiro tempo do clássico, o Confiança foi melhor, mas não foi eficiente. Teve maior posse de bola, mas errou muitos passes e não esteve com a pontaria afiada. O Itabaiana chegava mais no setor ofensivo nos contra-ataques, aguardando um erro dos donos da casa. E isso se repetiu até o início da segunda etapa. Depois, o Tricolor cresceu, criou mais e venceu o jogo.

Após a segunda derrota para o Tricolor da Serra no Batistão, o técnico do Confiança afirmou que realmente faltou eficiência para o time azulino. Apesar disso, Betinho diz que acredita na equipe e que vão trabalhar para buscar a reabilitação para, consequentemente, garantir a vaga na final.

– Repetimos as atuações dos últimos clássicos, jogando bem, não sendo eficiente e pagando um preço caro por isso. Os jogadores estão lutando, estão buscando de alguma maneira fazer os gols e conseguir a vitória, só que elas não vieram até agora (nos clássicos). Faltam sete rodadas, difícil pra muitos e até pra nós, mas eu acredito muito nesse grupo e na busca deles pela classificação – explicou Betinho.

A próxima rodada acontece no meio da semana. O Confiança vai à Estância enfrentar o Boca Júnior. A partida acontece na quarta-feira, às 20h15, no Francão.

Fonte: Globoesporte.com