Para clubes de SE, desatenção contra ‘ricos’ explica resultados no Nordestão

sergipe1

Clássico é clássico! Mas nesta quarta-feira o derby de Aracaju entre Confiança e Sergipe não terá o mesmo glamour no Estádio Presidente Médici, em Itabaiana, pela sexta rodada da Copa do Nordeste. Sem chances de classificação, as equipes não alterarão nem suas atuais posições no grupo A. O time azulino ficará na lanterna e o colorado em terceiro.

O Confiança conquistou apenas um ponto após perder três jogos seguidos. Já o Sergipe chegou a sonhar com a classificação, mas os gols nos finais dos jogos tiraram os sonhos dos colorados.

Qual foi o erro? A campanha do Nordestão vai interferir no Estadual? Os clubes vão diminuir os investimentos para o Campeonato Sergipano? O GloboEsporte.com ouviu os treinadores, os jogadores e os dirigentes para definir os resultados negativos frente a América-RN e Vitória. Todos foram unânimes em dizer que faltou atenção ao enfrentar equipes com poder aquisitivo maior.

TÉCNICOS

Vinícius Saldanha 
Faltou um pouco mais de atenção nos dois jogos em casa. Se tivéssemos, estaríamos brigando por uma classificação contra o Confiança. De qualquer forma, nossa participação foi muito boa, mostramos futebol, apesar dos resultados. Enfrentamos equipes com poder econômico bem superior. Sobre o clássico, é uma competição paralela. Ninguém quer perder para o rival e tenho certeza que será um grande jogo.

Givanildo Sales
Estar satisfeito com a nossa campanha na Copa do Nordeste, eu não estou. Mas temos a noção de que estamos evoluindo, como eu disse, e tenho certeza de que vamos fazer uma bela campanha no Campeonato Sergipano. Taticamente nossa equipe está amadurecendo e os resultados vão aparecer.

JOGADORES

Cláudio Baiano
Os resultados não foram justos pelo que fizemos. Jogamos bem, mostramos bom futebol, raça e determinação. Sofremos com gols nos minutos finais. Se não fosse os dois empates em casa contra Vitória e América estaríamos na briga.

Aprendemos a lição para no Campeonato Sergipano e na Copa do Brasil conseguirmos resultados melhores, que deixe nossos torcedores orgulhosos.

Leandro Kível
Não é fácil montar uma equipe em menos de 30 dias. O nosso rival (Sergipe) tem uma base já de um ano. Vitória e América também tem uma base e são acostumados a jogos difíceis o ano todo. Fizemos bons jogos, mas os resultados não foram satisfatórios. O nosso grupo, apesar das limitações, pensa grande. Não estamos dando desculpas, apenas constatando uma realidade.

DIRIGENTES

Reinaldo Moura
Acho que faltou estrutura física. Disputamos a competição sem casa. Se tivéssemos o Baptistão a história seria diferente, eu acredito. Por parte da diretoria, penso que não houve nenhum erro. Os salários estão em dia e tudo o que foi pedido por parte da comissão técnica foi atendido. Conversamos com o Vinícius Saldanha e juntos chegamos à conclusão de que os gols que levamos no fim das partidas contra Vitória e América-RN foram determinantes para nos tirar as chances de classificação.

Não vai haver qualquer tipo de mudança para o Campeonato Sergipano. O planejamento é o mesmo. Está tudo sob controle. A equipe é a mesma e o planejamento é o mesmo. Ninguém será dispensado, pelo contrário, vamos buscar reforços pontuais para as posições que temos maior carência.

Ernando Rodrigues
Nosso planejamento foi para o estadual. É claro que queríamos avançar na Copa do Nordeste, mas os investimentos que o Vitória e o América fizeram foram imensamente maior que o nosso. O time até praticou um bom futebol. Encaramos os rivais de frente, sofremos até com a arbitragem. Espero que no próximo ano a gente possa comemorar.

Sobre o time, entendemos que alguns jogadores não estão rendendo o esperado. Algumas peças precisam mostrar serviço. Vamos ter uma reunião após o clássico para saber o que está acontecendo e, daí, tomar as providências. Se for o caso alguns serão dispensados e vamos para o mercado buscar outros.

Fonte: Globoesporte.com

Receba notícias do Dragão no seu email::

Delivered by FeedBurner

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com