Portadores de Down ganham ingressos para jogo entre Sergipe e Confiança

PortadoresDownIngressosClassico

Cem portadores de Síndrome de Down receberam ingressos para acompanhar a partida entre Sergipe e Confiança, a qual vai acontecer no próximo domingo, 17, às 16h, no Estádio Lourival Baptista, como parte das comemorações pelo aniversário de Aracaju.

Na tarde de ontem, 13, o secretário da Juventude e do Esporte, Carlos Eloy, se reuniu com o secretário adjunto de Comunicação, André Carvalho, e também com os promotores Deijaniro Jones, Rogério Ferreira e Eduardo Marques, representantes da Associação Sergipana dos Cidadãos com Síndrome de Down (CINDOWN), além do presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), Carivaldo Souza, e representantes dos times Sergipe e Confiança, Laelson Melo, e Miltinho, respectivamente, para oficializar a parceria que tem como intuito primordial promover a inclusão social.

Para Carlos Eloy, o clássico futebolístico do Estado é o plano de fundo perfeito para a promoção da ação social. “O futebol é o campo dos iguais. É com esse pensamento que firmamos a parceria e abraçamos a causa da CINDOWN. Será uma grande festa em que a inclusão social estará ligada diretamente ao esporte”, ressaltou o secretário.

Foram os representantes da associação que foram à procura da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) e dos representantes do futebol do Estado. “Nem titubeamos em assumir essa parceria. É preciso que as pessoas se atentem para a necessidade de conhecer como é um portador de Down. A partir desse conhecimento é que se dará conta de que somos todos iguais. Essa partida especial será uma grande fomentadora dessa idéia”, refletiu Carlos Eloy.

Seguindo a mesma linha de raciocínio, o presidente da FSF, Carivaldo Souza, destacou que, mesmo existindo há 16 anos, a associação só passou a agir de forma mais fortalecida há três anos e essa parceria deu um grande impulso na manifestação pela inclusão social. “Por ser uma paixão nacional, o futebol tem como uma das qualidades promover grandes manifestações e a inclusão social é uma delas. Esperamos que as pessoas se envolvam mais e possam contribuir com a associação que tem feito um belo trabalho”, frisou Carivaldo.

Através dos promotores, a CINDOWN chegou até a PMA e também aos representes do futebol. Empenhamos em contribuir para causa da associação, os promotores se sentem satisfeitos com a parceria. “Vemos o jogo como uma oportunidade para o trabalho de conscientização para a causa. O esporte é uma ótima maneira de inclusão social e com o evento, conseguiremos maior visibilidade. Fortalece a associação, além de disseminar a necessidade de ajudar aquelas crianças e também abrir a mente das pessoas para o quão especial elas são”, concluiu o promotor Deijaniro.

Apóio da PMA

Na tarde da última segunda-feira, 11, Carlos Batalha recebeu a visita dos promotores Deijaniro Jonas e Rogério Ferreira que, solidarizados com a causa da associação, decidiram reunir esforços para alavancar o desenvolvimento da instituição que presa, prioritariamente, pela inclusão de crianças, jovens e adultos com Síndrome de Down.

O jogo entre Sergipe e Confiança, além dos cem ingressos doados, terá uma participação mais do que especial, uma não, 20. É que as crianças assistidas pela associação entrarão com os times em campo para chamar a atenção para a causa. “Temos o compromisso de zelar por cada cidadão de Aracaju e garantir a inclusão social. Com o estádio cheio, teremos a oportunidade de chamar a atenção para a grandeza dessas crianças e também incentivar os torcedores a apoiarem a associação que tem um pensamento tão humanitário e nobre”, destacou Carlos Batalha.

A CIDOWN

Criada em julho de 1997, a Associação Sergipana dos Cidadãos com Síndrome de Down (CIDOWN), teve como intuito inicial a difusão de informações acerca da Síndrome, esclarecendo as famílias e a sociedade em geral.

Do início da sua vigência até os dias atuais, muito desafios forma impostos para que os trabalhos pudessem ser desenvolvidos. A falta de verba e de colaboradores foi um desses desafios. Mesmo assim, já são 17 anos em busca da inclusão de meninos e meninas com Síndrome de Down.

Hoje, dando continuidade à quebra de barreiras, a CINDOWN visa chegar mais longe. Além de apoiar as crianças e familiares, a ideia agora é dar orientações a toda sociedade aracajuana e fazer com que o portador da síndrome possa ser visto como uma pessoa comum, dotado de muita inteligência, sensibilidade e capacidade de trocar ideias que, de fato, o é.

Fonte e Foto: Site da Prefeitura Municipal de Aracaju

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com