Com portões fechados, Confiança encerra preparação em Aracaju

 

Foto: Felipe Martins
Foto: Felipe Martins

Nesta quinta-feira, o Confiança fez seu último treino antes da viagem para o Paraná, onde enfrenta o Londrina pelo jogo de volta das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro. A viagem será realizada na manhã desta sexta-feira. Assim como nos dois dias seguinte, o treinamento foi realizado com os portões fechados. O técnico Betinho entende que apesar de não parecer, as atividades misteriosas ajudam muito em jogos decisivos, como é o caso da partida deste domingo, que vale o acesso à Série B.

“Foi uma semana atípica, realmente. Mas creio que a ocasião justifique o sigilo, pois o que não podemos fazer é facilitar para que o adversário consiga informações sobre nosso time. Pode parecer besteira para alguns, mas nesses jogos decisivos, um pouco de dúvida na cabeça do adversário não nos prejudicará. Muito pelo contrário”, ressalta o técnico azulino.

Os jogadores, por sua vez, tem que se esforçar para não deixar escapar alguma informação. O meia Felipe Lima tem sido bastante questionado sobre uma possível titularidade nos treinos, mas garante que não pode revelar por ordens superiores.

“Os jornalistas e a torcida me perguntam se fui titular nesses dias, mas não posso dizer, pois se o treino é fechado, o segredo absoluto”, fala, sorrindo e em tom de brincadeira, o meio campo Felipe Lima. “Mas foi muito bom ter um pouco mais de privacidade e de silêncio por esses dias, porque sem ninguém nos observando, o grau de concentração aumenta. Todos estão muito focados, então, sendo titular ou não, nós jogadores só pensamos em ajudar a conquistar esse acesso à Série B”, diz o jogador.

Sem desfalques para o jogo, o time que vai a campo deve ter: Rafael Sandes; Ney Maruim, João Paulo, Valdo e Pedrinho; Richardson, Wallace Pernambucano, Elielton e Everton; Robinho e Rômulo.

O Confiança entra em campo neste domingo às 19h, no Estádio do café, onde enfrenta o Londrina. Uma vitória simples ou um empate com gols garante ao Gigante Proletário o acesso à Série B do futebol brasileiro. Um empate sem gols leva a decisão para os pênaltis.

Fonte: Futebol Interior