Presidente do Botafogo-SP vai à CBF por Série C mais lucrativa

Foto: Divulgação/Site Oficial do Botafogo-SP

O presidente do Botafogo-SP, Gerson Engracia Garcia, quer mudanças no Campeonato Brasileiro da Série C. Não no modo de disputa da competição, mas na verba financeira que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) dá aos clubes que participam da competição.

O mandatário da Pantera disse ter conversado com o secretário-geral da entidade, Walter Feldman, em busca da mudança do modelo de investimento da CBF na competição. O dirigente acredita que a Confederação Brasileira deveria distribuir cotas aos times, ainda mais com a possibilidade de equipes de renome poderem ser rebaixadas da Série B.

“Estivemos há três semanas em Brasília e a gente falou com o Walter Feldman sobre a necessidade da CBF investir na Série C. Podemos ter um ou mais clubes tradicionais no ano que vem. Isso mostra que é um campeonato importante. Mas é difícil manter um time sem recursos”, declarou Garcia segundo o Globoesporte.com.

O presidente do Botafogo-SP citou o dinheiro que o time recebe pela disputa do Campeonato Paulista (cerca de R$ 4 milhões) como uma razão para que a CBF invista no campeonato. A falta de incentivo financeiro da entidade que comanda o futebol nacional forçaria os times a sofrer com mudanças em seus elencos dos estaduais para a competição.

“Queremos montar um elenco para a temporada toda. Queremos que o Botafogo tenha o mesmo grupo de jogadores tanto no Paulistão quanto na Série C. Não dois elencos, como é hoje. Mas para isso a gente tem que equacionar financeiramente. Hoje, não é possível”, disse.

Atualmente, a CBF distribui apenas uma verba destinada a viagens de longa distância dentro da competição. Transmitida pelo Esporte Interativo, a competição chegou a ter mudanças discutidas em seu regulamento e modelo de promoção no começo da temporada. Mas o formato do campeonato não foi mudado para 2017.

Fonte: Torcedores.com

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com