Proletários dizem que sonho da Série B ainda não acabou

Foto: Filippe Araujo

Refeitos da derrota para o São Bento, por 2 a 0, que deixou o Confiança em maus lenções para o jogo de volta, pelas quartas-de-final, da Série C, do Campeonato Brasileiro de Clubes, os jogadores proletários se reapresentaram, ontem à tarde, no Estádio Batistão. O segundo duelo acontece, domingo que vem, às 19h, no Estádio Walter Ribeiro, na cidade de Sorocaba, interior paulista.

O ambiente, como não poderia de deixar de ser, não foi igual ao da terça-feira passada, após a vitória sobre o ASA, que fez a equipe passar de fase. Mas, ainda assim, não foi de desolação, até porque os craques do campeão sergipano reconheceram que não realizaram uma boa partida e, por isso, não reuniram força para evitar revés. Mas, apesar disso, para eles, o sonho do acesso à Série B, em 2018, ainda, não acabou.

“Não estávamos numa grande noite. Pouco do que treinamos foi colocado em prática com acerto. Mas o importante é que nem tudo está perdido e o Confiança tem chance de se recuperar e se classificar para a semifinal. A tarefa não é nada fácil. Mas se fizermos um grande jogo, teremos condições de vitória por um placar que elimine a decisão por pênaltis e, de sobra, e o acesso”, disse o atacante Tito.

“Nada de jogar a toalha. Já enfrentamos uma situação muito complicada, na primeira fase, quando estivemos perto do rebaixamento, e, com determinação e força de vontade de vencer, nos superamos. Agora, nas quartas-de-final, apesar da vantagem do adversário, que até com uma derrota por diferença de um gol se classifica para a semifinal, estamos fechados por um grande resultado”, disse o zagueiro Anderson.

O primeiro ensaio coletivo, visando ao embate com o Azulão sorocabano, está programado para hoje à tarde, possivelmente, no gramado do Batistão. A prática servirá para o técnico Ailton Silva não só começar a formatar o onze para o jogo decisivo, como corrigir os graves equívocos, cometidos pelo time no último domingo.

“O momento tem de ser para completa tranquilidade. Sabemos que vamos ter um adversário muito forte pela frente, domingo ele provou isso, mas, como já afirmamos, a possibilidade de conquista da vaga não está descartada, e vamos em busca dela”, declarou o comandante.

O lateral esquerdo Radar, uma importante baixa na equipe, na derrota para o São Bento, com uma ruptura grau 1, no músculo posterior da coxa esquerda, na manhã, manhã de ontem, assistido pelo fisioterapeuta Janderson Santos, passou por um trabalho de manutenção, no setor especializado do clube. No período da tarde, o jogador realizou exercícios de fortalecimento muscular e, nesta quarta-feira, deverá ser reintegrado ao grupo para treinos com bola.

“A lesão não foi muito grave. Radar está reagindo bem aos procedimentos e as dores diminuíram. Isso é um bom sinal. A nossa expectativa é que ele possa viajar com o time para Sorocaba”, afirmou Janderson.

Fonte: Globoesporte.com

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com