Remo vence no Batistão e transfere intranquilidade na Série C para o Confiança

Foto: Osmar Rios / GloboEsporte.com

O Remo enfrentou o Confiança, na noite desta segunda-feira, pressionado depois de dois jogos sem vitória na Série C do Brasileiro, o que ocasionou protesto por parte dos torcedores e dispensas no elenco na última semana. A crise, pelo que parece, foi deixada de lado, já que o Leão surpreendeu o adversário e venceu por 1 a 0, gol do atacante Edgar, dentro do Estádio Batistão, em Aracaju, passando a intranquilidade para o Dragão, que vem de duas derrotas consecutivas na competição nacional.

O time paraense chegou aos sete pontos e assumiu a quarta posição no Grupo A da Terceirona, ficando no G4 que garante vaga às quartas de finais, enquanto que os sergipanos fizeram o caminho inverso, caindo para a sexta colocação, com seis pontos.

O Remo volta a campo no próximo sábado, quando recebe o CSA no Mangueirão, em Belém, a partir das 19h30, enquanto que o Confiança volta a jogar no Batistão, dessa vez diante do Sampaio Corrêa, na segunda-feira, dia 12, às 20h30.

O jogo

A primeira etapa começou com mais posse de bola do Confiança, que, apoiado pela torcida, se lançava ao ataque, mas sem criar lances de perigo. O Remo atuava recuado, esperando o contra-ataque. Eduardo Ramos, que voltava ao Leão depois de dois meses sem atuar, sentia a falta de ritmo de jogo e não acompanhava as investidas remistas. O Dragão conseguiu assustar no chute de fora da área de Felipe Cordeiro, defendido por Vinícius, e no cruzamento rasteiro de Tito, porém sem ninguém dentro da área para empurrar a bola ao gol. Os paraenses eram perigosos nos cruzamentos que buscavam o cabeceio de Nino Guerreiro.

Mal o segundo tempo iniciou e com ele veio o gol do Remo. Em jogada individual, Edgar se livrou da marcação dentro da área e chutou forte, lançando um banho de água fria no Confiança. A equipe proletária continuava trocando passes, segurando o domínio da partida, mas sem objetividade. O Gigante jogava na base da pressão, e quase chegou ao empate nos cabeceios de Jardel, Thiago Silvy e André Beleza. O Leão, por outro lado, se fechou no setor defensivo, ainda teve a chance de fazer o segundo com Jeferson, em uma arrancada impressionante de Eduardo Ramos, e garantiu a vitória longe de Belém.

Fonte: Globoesporte.com

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com