Robinho na seleção dos jogos de ida das quarta da Série C

Foto: Osmar Rios
Foto: Osmar Rios

Cautela. Essa foi a palavra de ordem em praticamente todos os jogos de ida das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro. Em quatro jogos foram marcados quatro gols, com o Tupi contribuindo um pouco mais para a conta, com dois gols marcados sobre o ASA. Já Confiança e Londrina não se solidarizaram com a causa, permanecendo num mísero 0 a 0. Nesta seca de gols, os atacantes não contribuíram muito.

O único atacante que balançou as redes foi Cléverson, autor do gol da vitória do Brasil-RS sobre o Fortaleza. Assim, os primeiros jogos decisivos na briga pelo acesso à Série B consagraram jogadores que tiveram atuações mais equilibradas, como a dupla de zagueiros artilheiros do Tupi e o volante Ramires, do Vila Nova, que liderou o Tigrão na vitória por 1 a 0 sobre a Portuguesa, no Serra Dourada. Assim, a seleção da rodada vem no clássico 4-4-2, mas com certa cautela no meio de campo, apostando em três volantes.

Confira a Seleção FI da rodada de ida das quartas de final da Série C:

Ricardo Berna (Fortaleza);

Jonathan (Portuguesa), Sidimar (Tupi-MG), Fabrício Soares (Tupi-MG) e Xaro (Brasil-RS);

Diego Roque (Londrina), Francesco (Vila Nova), Ramires (Vila Nova) e Marco Goiâno (Tupi-MG);

Cléverson (Brasil-RS) e Robinho (Confiança).

Técnico: Leston Júnior (Tupi-MG)

Atacante: Robinho (Confiança)

No empate sem gols com o Londrina, Robinho foi o jogador mais disposto a tirar o zero do placar, porém sem sucesso. De qualquer jeito, as melhores jogadas ofensivas do Confiança saíram do pé do atacante. Chutes, cruzamento, passes e muita movimentação marcaram a atuação do jogador, que parou três vezes diante do goleiro Vitor.

Fonte: Futebol Interior