Rocha diz que já esperava demissão, mas questiona forma: ‘por telefone’

RochaDemitido00Demitido do Confiança após a derrota para o Itabaiana neste domingo, o técnico Nadélio Rocha diz que já esperava a decisão do clube, devido aos maus resultados e a pressão da torcida, mas ao contrário do que diz a nota oficial do clube, ele afirmou que foi demitido por telefone.

– Estava com minha família e o Emmanuel Vanderley (diretor de futebol do clube) me ligou dizendo que Luiz Roberto pediu para agradecer pelos meus serviços e que eu não era mais o treinador. Só foi isso. Fiquei um tanto desconcertado, sei que faz parte, mas poderiam mostrar um pouco mais de respeito – disse Nadélio Rocha.

Em nota oficial enviada para a imprensa e no site azulino, o clube disse que a decisão foi tomada após o jogo, em uma reunião entre os diretores e o técnico,

– Após o jogo contra o Itabaiana, onde os azulinos perderam por 1 a 0, a diretoria se reuniu com Nadélio Rocha. Ficou definido que o técnico não comanda mais o time da Associação Desportiva Confiança – informou o site do clube.

Em conversa ao GLOBOESPORTE.COM, também por telefone, ele assume a responsabilidades pelos maus resultados, garante que não é retranqueiro, diz que seu maior erro foi não seguir seus instintos e que agora vai acompanhar o futebol de longe, ‘até descansar a mente’.

Confira a entrevista!

GLOBOESPORTE.COM – Com reagiu a demissão?

Nadélio Rocha – Foi normal. O resultado não veio, tem a pressão da torcida e assim fica difícil de continuar o trabalho. Eu também não estava me sentido confortável, devido aos resultados. Só não gostei da forma que eles me demitiram: por telefone.

Estava com minha família e o Emmanuel Vanderley (diretor de futebol do clube) me ligou dizendo que Luiz Roberto pediu para agradecer pelos meus serviços e que eu não era mais o treinador. Só foi isso. Fiquei um tanto desconcertado, sei que faz parte, mas poderiam mostrar um pouco mais de respeito.

RochaDemitido01

Qual a avaliação que você faz do seu trabalho?

Minha avaliação é positiva, apesar da queda nos últimos jogos. Conseguimos o título da Capa Governo do Estado, nono colocado na Copa do Nordeste e o time sempre brigou pela ponta do Campeonato Sergipano. Fizemos bons jogos, mas infelizmente os resultados nos últimos dias não vieram.

A torcida o chama de retranqueiro, concorda com ela?

Acho que as pessoas têm que ver futebol de outra forma, só os inteligentes perceberam que o time estava atacando com seis jogadores, olharam para os três zagueiros e esqueceram dos outros. É só olhar a estatística: temos um dos melhores ataques (terceiro com 17 gols, atrás do Socorrense, 20 gols, e do Sergipe, 18 gols). São críticas de quem não entende e que só gosta de 4-4-2.

RochaDemitido02Acredita que cometeu alguns erros? Quais?

É claro que errei! E o meu maior erro não foi seguir meus instintos. Tenho que aprender esta lição. Sempre fui de seguir minhas ideias e me dei bem, mas comecei a ouvir algumas pessoas e esse foi meu erro. Se tivesse dado ouvidos aos meus instintos teria escalado o time de forma diferente em alguns jogos.

De qualquer forma, errei tentando acertar. Sempre quis o bem do Confiança. A torcida é maravilhosa. E este grupo é de muita qualidade. Mas infelizmente seguir outras pessoas e algumas apostas que fiz foram equivocadas.

Se sentiu fritado no clube?

Com os resultados negativos o trabalho não flui como deveria. Não acredito que estavam me atrapalhando de forma proposital. A diretoria esperava resultados e eles não vieram. Além disso, todo time grande tem um treinador de sobreaviso, isso é normal.

E o futuro?

Agora vou descansar a mente. Foi muito desgastante para mim e família. É difícil sair dos estádios escoltado. Temos muitos vândalos se dizendo torcedores. Neste momento vou observar o futebol de longe. Depois tento voltar. Quero a todos do Confiança e a imprensa que sempre foi justa.

Fonte e Fotos: Globoesporte.com

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com