Sem brilho, Confiança e América-RN empatam por 1 a 1 na Arena Batistão

Foto: João Áquila/GloboEsporte.com
Foto: João Áquila/GloboEsporte.com

Pouco inspirados, Confiança e América-RN empataram por 1 a 1, na noite dessa quarta-feira, na Arena Batistão, em Aracaju, pela quinta rodada da Copa do Nordeste. A rede só balançou em dois lances de bola parada. Altemar, no primeiro tempo, colocou os sergipanos na frente em cobrança de falta. Na etapa final, Max aproveitou o lançamento e livrou os visitantes da derrota.

Apesar do empate, o Confiança subiu para terceira colocação com cinco pontos, mas depende de uma combinação de resultados na última rodada para se classificar entre os segundos colocados. O América segue na vice-liderança, agora com sete pontos, e pode ir às quartas de final com uma vitória em casa.

O Confiança volta a campo neste sábado, às 20h15, pelo Campeonato Sergipano, contra o Coritiba-SE, no Estádio Presidente Médici. No Nordestão, o Dragão enfrenta o Vitória-BA no próximo dia 18, no Barradão. Já o América-RN joga pelo Campeonato Potiguar neste domingo, às 18h30, diante do Santa Cruz-RN, na Arena das Dunas, em Natal. Na Copa do Nordeste, o último duelo na primeira fase também será em casa, contra o Serrano-BA no próximo dia 18.

Um acerto, muitos erros

A má pontaria dos dois ataques deu o tom no início do jogo. O alto número de faltas e passes errados também chamou atenção em campo. Em um duelo equilibrado, o Confiança apostou nas arrancadas de Bibi pelas extremidades e nos lançamentos para Leandro Kível, mas a dupla de ataque esbarrou na marcação. Com muitos desfalques, o América sentiu a falta de entrosamento e, quando chegou a área com Max e Thiago Potiguar, pecou nas finalizações. A chance mais clara de gol do Mecão surgiu após o erro na saída do goleiro Everson, mas Álvaro errou o alvo.

Sem brilho, o jogo parecia ir para o intervalo sem gol. Bem, parecia. Aos 45 minutos, Altemar entrou em ação e abriu o placar para os donos da casa em cobrança de falta. O chute da entrada da área cobriu a barreira do América e acertou o ângulo superior direito de Bussato, que nem pulou na bola.

Pressão e gol salvador

Atrás no placar, o Mecão voltou com uma postura mais ofensivo na etapa final. Gilmar entrou no lugar no Álvaro e deu mais velocidade na armação das jogadas. Com mais posse de bola, os visitantes começaram a aproveitar os espaços no meio campo e partiram em busca do empate. Atento, Betinho viu que poderia chegar ao segundo gol no contra-ataque e trocou Bibi por Matheus.

O América insistiu e chegou ao empate em um lance de bola área. Aos 37 minutos, Daniel Costa cobrou falta pela esquerda e lançou a bola na cabeça de Max. Esperto, o goleador se antecipou a zaga, contou com a indecisão de Everson na saída, e escorou no canto direito do goleiro azulino.

Fonte: Globoesporte.com