Setesp quer melhorar vendas de alimentos e bebidas na Arena Batistão

setesp-vendedores

A Arena Batistão foi entregue ao torcedor sergipano com uma grande festa, no dia 4 de fevereiro. Até esta data, já recebeu três grandes jogos, dois deles com casa cheia. Mas mesmo assim, aquela praça de esportes ainda apresenta detalhes operacionais, que merecem cuidados e correção.

E dentro dessa filosofia, objetivando oferecer ao torcedor sergipano,  o melhor em conforto e segurança como exige uma arena esportiva, a Secretaria de Estado de Turismo e do Esporte (Setesp), a quem cabe a gestão daquela praça de esporte, tem realizado constantes ações, com objetivo de levar a operacionalidade da Arena Batistão à perfeição, como exige e merece o torcedor sergipano.

Já foram ajustados o processo de acesso ao estádio, operação das bilheteria e catracas eletrônicas, a segurança, com a presença do policiamento ostensivo, dentro e fora do estádio. Nesta quinta-feira 19, o diretor de esporte da Setesp, Gilson Dória, promoveu importante reunião entre a Divisão de Vigilância Sanitária (DVS), Fundação do Trabalhador (Fundat) e os vendedores ambulantes, que negociam com alimentos e bebidas.

Segundo Ávio Brito, da DVS, o objetivo da reunião foi regularizar, padronizar e implantar métodos de higienização, para           aqueles que trabalham com a produção, manuseio e venda de bebidas e alimentos na Arena Batistão, promovendo a adequação dos ambulantes à realidade atual da Arena Batistão.

– Em nenhum momento pensamos em retirar os ambulantes da área, mas é preciso a colaboração de todos, na adequação do trabalho. Nosso objetivo é ajudá-los e para isso contamos com a dedicação de todos. Estaremos presentes, orientando e fiscalizando, nos maiores eventos realizados no estádio. Aqueles que não estiverem de acordo com as normas, serão impedidos que comercializar, destacou Ávio Brito.

A Setesp e a DVS promoverão através da Fundat, cadastramentos dos ambulantes e cursos de reciclagem e capacitação para os vendedores, afim de que eles se adequem aos novos padrões de comercialização.

O Diretor de Esporte da Setesp, Gilson Dória, disse que os vendedores terão um prazo para se regularizarem. “Estamos nos adequando a essa nova realidade, para padronizar o serviço e oferecê-lo aos torcedores sergipanos, de melhor maneira, com organização, segurança e higiene como exigem os novos padrões”, disse Gilson Dória.

A diretora de empreendedorismo da Fundat, Alzira Leite, ressaltou a importância da capacitação, tanto para os comerciantes como para os clientes, que frequentam a praça de esportes. “Estamos ofertando o curso de Higiene e Manipulação de Alimentos, agregando alguns serviços, como palestras sobre postura de empreendedores, para que eles possam agregar valor ao seu negócio”, afirmou.

Além de Ávio Brito, Gilson Dória e Alzira Leite, participaram da reunião, o gerente de praças de esportes da Setesp, Custódio Santana o administrador da Arena Batistão, Sidrack Marinho, o vice-presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), Milton Dantas e o presidente da Associação dos Cronistas Desportivos de Sergipe (ACDS), Roberto Silva.

Fonte  e foto: Futebol Sergipano