Técnicos comentam vitória do Confiança sobre Estanciano

Foto: Arquivo Portal Infonet
Foto: Arquivo Portal Infonet

O Confiança garantiu presença na decisão do estadual e a vantagem do empate, mas o Estanciano, se quiser ir à final, ainda terá muito a fazer. E foi essa a tônica dos discursos dos técnicos de ambos os times após o apito final da vitória do Dragão por 1 a 0 sobre o Canarinho. Para o técnico Índio, do Estanciano, nada está perdido ainda.

“Tivemos oportunidades no primeiro tempo e no segundo tempo, e agora teremos um último jogo. Um empate pode nos dar a classificação, então não estamos tão distantes não. Temos é que trabalhar e recuperar alguns jogadores lesionados”. O treinador também exaltou o Confiança.

“Eu disse aos meus atletas que esse time com que o Confiança entrou não pode ser chamado de time reserva. Com um goleiro que eu diria que é um dos melhores do futebol brasileiro, um meia como Almir Dias, que entrou agora, um Wallace Pernambucano, é um grande time. Só acho que não podíamos ter perdido o jogo. Avisei a eles que do jeito que estava tomaríamos gol de bola parada, e foi o que aconteceu”.

Já Betinho, do Confiança mostrou sua satisfação com o time em campo. “Os jogadores corresponderam. O campo causou dificuldades, mas procuramos fazer nosso jogo. No segundo tempo houve mais espaço até o gol e isso fez com que todo mundo se sentisse feliz pelo que produziu”. O técnico do Dragão confirmou ainda que também usará reservas contra o Socorrense no domingo.

“Alguns jogadores precisam de ritmo de jogo, e para isso precisam estar jogando. Como já temos garantia do primeiro lugar, não há porque usar titulares por enquanto”.

Fonte: Infonet