“Vamos buscar a classificação fora de casa”, diz Betinho

Foto: Luciano Otávio
Foto: Luciano Otávio

Um empate em 0 a 0 na Arena Batistão, no último domingo, 04, diante do Londrina (PR) não retirou a esperança do treinador Betinho quanto a classificação para a próxima fase da Série C do Campeonato Brasileiro e, consequentemente, o acesso a Série B. Segundo o técnico do Confiança, o time vai buscar a classificação no Estádio do Café no próximo dia 18.

“Vamos buscar esta classificação e nosso acesso fora de casa. Não tomamos o gol e, principalmente pelo segundo tempo que nós fizemos. Criamos situações e infelizmente não fizemos o gol, mas não tomamos. No mata-mata não tomando gol em sua casa é importante. Empate com gols a classificação é nossa”, destacou Betinho.

Segundo ele, o mais importante é que o time criou situações de gol, apesar de um início de jogo um tanto nervoso. “O mais importante foi criar situações. Mostramos nossa força, nossa qualidade”, comentou Betinho, ao destacar a força defensiva do Londrina que conseguiu conter o ataque proletário quando o time sergipano passou a jogar com quatro atacantes.

Para Betinho, o primeiro jogo já ficou para trás e amanhã, 07, quando o time se reapresenta passará a trabalhar visando a partida do dia 18. “Tudo fizemos nestes 90 minutos fica para trás. Concentrar na possibilidade de buscar fazer gols fora de casa. Eles tem a vantagem de jogar ao lado do seu torcedor e nós na vantagem de fazermos um gol e classificarmos de um empate com gols”, analisou.

Betinho prevê um Londrina pressionando o Confiança nos minutos iniciais em busca do gol e que na visão do treinador do time proletário deverá abrir espaços. “Serão eles pressionando como fizeram e gente aqui buscando um gol. Mas um gol nosso vai obrigar que eles que tenham que nos vencer”, frisou.

Sobre o lance polêmico na qual o bola teria entrado em uma cabeçada de Diego Ceará e defendida pelo goleiro Vítor, Betinho preferiu não polemizar. “São coisas que acontecem no futebol. Os jogadores disseram que entrou, mas repito são coisas do futebol”, finalizou.

Fonte: Jornal da Cidade