Direto do jogo: Botafogo/PB 2 x 1 Confiança

botafogo-x-confianca

Mais uma vez estamos aqui para falar de uma derrota, a segunda seguida na série C. Em um jogo em que 4 jogadores estrearam, perdemos mais uma vez, mas deu pra ver pequenas mudanças positivas e apontamentos de melhorias para o futuro, ainda que isso seja um grande exercício de otimismo.

O jogo

O Confiança começou mais ativo que o Botafogo, o que logo foi equilibrado. Essa maior atividade teve pouca efetividade, já que cercamos muito, esticamos muito a bola, mas pouco perigo levamos ao gol botafoguense. Já o Botafogo nos atacava com mais perigo, perdendo dois gols claros, sobretudo nas costas de Altemar e em um erro de passe na intermediária ofensiva que gerou o contra ataque fizeram o gol.

Após o gol, o Confiança continuou tentando, mas com pouca efetividade. Pelo menos vimos a primeira coisa positiva, o meio campo se envolveu mais na partida, tocou mais a bola, jogou com os laterais, sobretudo Rafael Mineiro. Ainda que esse preenchimento do meio campo não tenha nos resultado em maior ofensividade, mas foi um pequeno avanço em relação aos dois outros jogos.

No segundo tempo, o Confiança já iniciou com 2 alterações, Kível no lugar de Magalhães e Nandinho no lugar de Almir. As alterações fizeram o Confiança melhorar e pressionar um pouco mais o Botafogo que não descia com tanto perigo como no primeiro tempo. Infelizmente, em um cruzamento na área, a defesa cortou mal um cruzamento e o Botafogo ampliou a vantagem.

Logo depois, entrou Elielton no lugar de Evérton e o time melhorou um pouco, mesmo por que o Botafogo já administrava o jogo. Com essa melhora, o Confiança se lançou mais ao ataque até que Diego Ceará descontou com um bom chute de fora, já no minutos finais do segundo tempo.

Em resumo, o Botafogo foi um pouco melhor que o Confiança, mas nada comparado ao massacre que sofremos em Cuiabá e finalmente vimos o time com 3 volantes, o que fez o meio campo ter um pouco mais de consistência. Apesar dos dois gols, senti um pequena melhora, sobretudo na atitude.

Estreias

Os estreante foram Rafael Mineiro, lateral, João Paulo, zagueiro, Diego Ceará, Atacante e Nandinho, meia.

Rafael Mineiro não apoiou muito bem, mas pelo menos fechou a avenida que foi a lateral direita no jogo contra o Cuiabá. Já o zagueiro, foi ok não comprometeu, mas também não fez uma mudança significativa na zaga.

Diego Ceará, em que pese o gol, não se movimentou muito e fica muito parado esperando a bola, ainda que a bola não chegasse, mas nesse situação ele deve se movimentar mais. Já Nandinho, muita transpiração e pouca inspiração. Até onde teve gás deu um certo trabalho à defesa paraibana.

No geral, as estreias não tiveram um grande impacto na equipe o que era esperado, o positivo nesse fato é que Betinho dispõe de novas opções para buscar variações.

Kível

Apesar do jejum de gols, Kível incomoda mais a defesa adversária que os outros atacantes do Confiança. Se é notório que a bola não chega no ataque, Kível ao menos volta pra tocar, tabelar e incomoda mais os zagueiros. Assim, até algum atacante mostrar serviço, Kível tem que ser titular.

Saudações Azulina,

Mike Gabriel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *