Direto do jogo: Confiança 2 x 0 Lagarto

Foto: Felipe Martins
Foto: Felipe Martins

O Dragão mantém o 100% no quadrangular em um jogo que se não foi empolgante, mas não teve sobressaltos, um dos poucos na temporada.

O Confiança começou bem o jogo, pressionando o Lagarto, mas perdendo muitos gols. Passado um tempo essa pressão diminuiu e o Lagarto equilibrou um pouco o jogo,  por fim, nos últimos minutos da primeira etapa o Dragão volta a pressionar, mas sem sucesso.

No segundo tempo, o Confiança volta com a mesma formação, mas com uma movimentação melhor no ataque e logo abriu o placar com Flávio e ampliou com Everton, depois disso o time começou a administrar o resultado e fez algumas substituições: Robério no lugar de Almir (antes do gol de Everton), Correia no lugar de Heverton e Elielton no lugar de Everton.

Com a freada azulina, o Lagarto cresceu um pouco no jogo, mas nada que assustasse Everson.

Consequências da vitória

A vitória de hoje nos colocou na final, perto do bi campeonato, além de nos garantir na Copa do Nordeste e do Brasil 2016, assim ao menos dois objetivos dessa temporada foram alcançados.

Everton

Um das poucas unanimidades da torcida proletária, Everton é o jogador mais criticado do elenco e ele claramente está sentido essa pressão. Hoje ele jogou acima do que vinha jogando, mas em alguns lances mostrou como está pressionado, seja quando ele ficou de frente com o goleiro mas sem ângulo, ele poderia tocar pra alguém, mas preferiu tentar fazer 0 gol, ou ainda na comoção dos outros jogadores na comemoração do seu gol.

Saiu de campo aplaudido, mas preferiu não retribuir o carinho da torcida, o que mostra sua chateação.

Espero que ele melhore ao longo da temporada.

Amir Dias

Se tiver mais gás vai ajudar nosso problema com o meio de campo, joga bem, dá bons passes e cruzamentos, mas cansou bem rápido.

Ataque desencontrado

Ainda que tenha elogiado o time hoje, o ataque azulino ainda está perdido em campo. A movimentação intensa de Bibi, por vezes é mais para desafogar o meio do que para construir algo e com uma meia ainda capengando, Kível (que não faz um bom campeonato) precisa sair da área para propor as jogadas.

Com volantes de alto nível como Flávio e Richardson, estamos no caminho de achar um peça que acerte o meio de campo e deixe o ataque encaixado.

Por hoje é só, comentem criticando essa análise rápida e falha.

Saudações azulinas,

Mike Gabriel

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *