Sergipe e Confiança empatam em 2 a 2 no Batistão

foto: Igor Matheus
foto: Igor Matheus

Um clássico para ninguém botar defeito aconteceu dentro dos muros do estádio Lourival Baptista neste sábado, 21. Encontro de times em situações diferentes, Sergipe e Confiança ficaram no 2 a 2 na melhor partida da competição até agora. Alem da tensão dentro de campo, o jogo também foi marcado por muita confusão do lado da torcida do Sergipe – situação só contida com mobilização policial.

O resultado adia a classificação do Confiança, que ainda é líder de seu grupo com 18 pontos, e não melhora muito a situação do Sergipe, que agora soma 14, mas ainda pode ser eliminado caso Lagarto e Socorrense vençam suas partidas neste domingo, 22.

O último confronto do Confiança na primeira fase será diante do Socorrense no Wellington Elias no domingo, 22. No mesmo dia, o Sergipe tentará somar mais três pontos diante do Estanciano no João Hora.

O jogo
Logo aos quatro minutos, o Sergipe chegou com perigo a partir de cruzamento de Muribeca – com boa intervenção de Éverson. Dois minutos depois, Leandro Kível recebeu na grande área e chutou pro cima do gol. Na sequência, o Sergipe saiu em vantagem – mas em número de jogadores: aos 30, Richardson pegou Muribeca na maldade , recebeu segundo amarelo e foi expulso – para vibração da torcida colorada.

Um jogador de desvantagem, entretanto, não impediu o Confiança de abrir o placar. Aos 40, Wallace recebeu na grande área, aproveitou cochilo da defesa e tocou rasteiro por baixo de Neto: Confiança 1 a 0. No minuto seguinte, o lateral Glauber se enroscou com Flavio e acabou dando um pisão no volante: cartão vermelho direto para o camisa 2, o que anulou a única vantagem colorada do jogo. No intervalo, os torcedores do Sergipe perderam a cabeça entre eles mesmos, e a polícia teve de fazer seu trabalho.

foto: Igor Matheus
foto: Igor Matheus

Na segunda etapa, o Sergipe voltou com o goleiro Jonatas – pois Neto havia sentido a coxa ainda no meio da primeira etapa – e ainda mais disperso na defensiva. Aos 2, Amaral cruzou e Kível, com o gol aberto, conseguiu perder. Mas dez minutos depois foi a vez de Kível cruzar e Éverton, no segundo pau, empurrar para as redes: Confiança 2 a 0.

Parecia que o placar ia ficar ainda mais elástico. Com o jogo aberto e o Sergipe perdido, o Confiança chegava com facilidade. Mas aos 25, o Sergipe ganhou uma falta na entrada da área. Raphinha, com frieza, bateu colocado, Éverton não acreditou e a bola bateu no travessão e entrou: 2 a 1.

Menos de um minuto depois, veio mais um golpe alvirrubro. Após cruzamento de Eduardo Teles, a zaga azulina afastou mal, Diego Neves aproveitou na pequena área e mandou de chapa nas redes: 2 a 2 para delírio da torcida rubra.

Aos 42, um lance histórico para o goleiro do Confiança. Após cruzamento na área, Diego Neves cabeceou com decisão para o gol, mas o arqueiro Éverson, no reflexo, tirou a bola com um tapinha. A redonda ainda bateu na trave antes de sair das vistas de todos – e foi a imagem definitiva do empate mais dramático do campeonato.

FICHA TÉCNICA
Confiança 2 x 2 Sergipe
Gols: Wallace PE (40’ 1t), Éverton (12’ 2t), Raphinha (25’ 2t), Diego Neves (26’ 2t)

CONFIANÇA
Éverson, Amaral, Valdo, Heverton, Flávio (Wallace SE), Altemar, Éverton, Richardson, Leandro Kível (Robério), Lucas Silva, Wallace PE

SERGIPE
Neto (Jonatas), Glauber, Eduardo Teles, Lelo, Rodrigo (Raphinha), Danilo, Vagner Rosa, Rafael, Diego Neves, Muribeca (Leozinho), Jonathan

Cartões amarelos: Éverson, Heverton, Altemar, Richardson, Leandro Kível, Rafael, Diego Neves
Cartões vermelhos: Glauber, Richardson
Público Pagante: 7188
Renda: R$143.578

Fonte: Infonet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *