Série C: Grupo B terá três novatos, enquanto Grupo A contará com dez clubes experientes

subimos-serieC

A Série C do Campeonato Brasileiro ganhou o formato com 20 clubes em 2009. Durante este período, apenas três clubes – que marcarão presença na edição 2015 – nunca estiveram no terceiro escalão nacional. Todos são do Grupo B. A Portuguesa foi rebaixada na Série B pela primeira vez em sua história. Enquanto isso, oTombense conquistou o inédito título da Série D e o Londrina também subiu da última divisão nacional. Se o Grupo B tem três novatos, o Grupo A conta com clubes experientes.

O Águia, por exemplo, está desde o início da “nova” Série C. O clube paraense, porém, deixa a desejar a cada temporada. Nestas seis edições, o Águia passou da Primeira Fase apenas em 2010, quando caiu nas quartas de final. Além do Águia, só o Caxias disputou a Série C ininterruptamente. O clube grená, integrante do Grupo B, também é um completo fracasso. O Caxias chegou às quartas de final apenas em 2009 e 2013.

O Fortaleza, por sua vez, está na Série C desde 2010 e acumula tropeços. Eliminado na fase de grupos em 2010, 2011 e 2013, o Leão do Pici bateu na trave em 2012 e 2014. Outro clube velho conhecido da Série C é o Salgueiro que viveu altos e baixos. O clube pernambucano subiu em 2010 para a Série B, mas em 2012 foi rebaixado para a Série D. Antes, em 2009, o Salgueiro foi eliminado na Primeira Fase, enquanto na temporada passada, caiu nas quartas de final.

O Grupo A ainda conta com os acessos do ASA, em 2009 – com vice-campeonato -, do Icasa, em 2009 e 2012 – este com direito a vice-campeonato -, do América de Natal, em 2011, e do Vila Nova, em 2013. Por outro lado, o Confiança foi rebaixado em 2009. Já Botafogo e Cuiabá nunca passaram da Primeira Fase.

Outro lado…

O Grupo B, além do experiente Caxias, tem o rodado Madureira. Mas o clube fluminense não saiu do lugar em 2011, 2012 e 2013. Apenas no ano passado, o Madureira chegou às quartas de final, mas ficou sem o acesso. A situação do Grupo B, para falar a verdade, não é nada boa. É bem inferior a apresentada pelos rivais do Grupo A.

No Grupo B há apenas o acesso do Guaratinguetá em 2009. Enquanto isso, Brasil (2011), Juventude (2010) e Tupi (2012) foram rebaixados para a Série D. O Brasil ainda tem uma aparição nas quartas de final de 2009, assim como o Tupi em 2014. Além dos clubes citados, o Guarani nunca saiu da Primeira Fase. Cartas na mesa, a Série C dará quatro vagas para o acesso e quatro para o rebaixamento.

Fonte: Sr Gool

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *