A primeira rodada do Campeonato Sergipano da Série A1 de 2024 foi marcada por muitas emoções, com cinco jogos e 19 gols marcados. O destaque ficou para a força de reação do Dorense, que começou o jogo perdendo e conquistou a virada.

Viradas nos jogos de abertura

No sábado (13/01), o Atlético Gloriense perdeu o Sergipe por 4 a 1, em Nossa Senhora da Glória.No mesmo dia, o Dorense venceu o Falcon por 3 a 2, em Aracaju. O Dorense abriu o placar com Hudson, mas o Falcon empatou com Kaique. Hudson marcou novamente para o Dorense, mas Guilherme, do próprio Dorense, marcou contra. Cristiano fechou a vitória para o Dorense.

Confiança começa bem o Campeonato Sergipano

O Confiança também venceu em casa, por 3 a 1, contra o Olímpico de Itabaianinha. Ricardo Bueno marcou duas vezes para o Confiança, e Luizinho fez o terceiro. Guilherme marcou para o Olímpico.

Análise pós jogo de Confiança 3 x 1 Olímpico

Domingo dos visitantes

No domingo (14/01), o Lagarto venceu o América de Propriá por 2 a 1, em São Brás. Thiaginho e Nael marcaram para o Lagarto, e Luan descontou para o América de Propriá.

A rodada foi encerrada com a vitória do Carmópolis por 2 a 0 sobre o Itabaiana. Rafael e Fábio Henrique marcaram para o Carmópolis.

A segunda rodada do Campeonato Sergipano será disputada nos dias 20 e 21 de janeiro

Classificação do Campeonato Sergipano após 1 rodada

Campeonato Sergipano: Segunda rodada

O Sergipão SuperBet terá sequência no próximo fim de semana com jogos válidos da 2ª rodada. Acompanhe os confrontos:

Sábado (20/01)

  • 15h30 – Carmópolis x Atlético Gloriense, estádio Fernando França, em Carmópolis
  • 16h – Lagarto x Falcon, estádio Paulo Barreto, em Lagarto

Domingo (21/01)

  • 15h30 – Olímpico x Itabaiana, estádio Roberto Silva, em Pedrinhas
  • 16h – Confiança x Dorense, estádio Editon Oliveira, em Nossa Senhora das Dores
  • 16h – Sergipe x América de Propriá, arena Batistão, em Aracaju

Inscreva-se no nosso canal do Youtube

By Mike Gabriel

Produtor de conteúdo, criador deste site em 2011, quando tudo aqui era mato!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *